Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/9607
Title: Macroinvertebrates in the Mondego river basin bioassessment
Authors: Feio, Maria João de Medeiros Brazão Lopes 
Orientador: Graça, Manuel Augusto S.
Reynoldson, Trefor
Keywords: Macroinvertebrados -- Rio Mondego (Portugal)
Issue Date: 10-Feb-2005
Citation: FEIO, Maria João de Medeiros Brazão Lopes - Macroinvertebrates in the Mondego river basin bioassessment. Coimbra, 2004.
Abstract: Este trabalho teve como objectivos principais a melhoria do conhecimento da fauna de macroinvertebrados aquáticos na bacia hidrográfica do rio Mondego (Portugal) e determinar condições de referência para a avaliação e monitorização da qualidade ecológica das águas, mediante o desenvolvimento de um modelo preditivo baseado na Reference Condition Approach. Para isso, amostraram-se invertebrados com rede de mão em 75 locais distribuídos por toda a bacia do Mondego durante o Verão de 2001 e em nove locais no Outono, Inverno, Primavera e Verão de 2002. Em cada local foram também avaliados 43 parâmetros ambientais pertencentes às categorias físico-químicas da água, hidrologia, localização geográfica, clima, geologia e uso do solo nas zonas envolventes e no corredor ripícola. No Capítulo 1 é descrita a construção de um modelo preditivo baseado na metodologia do BEAST (modelo Mondego). No Capítulo 2 foram construídos três modelos do tipo BEAST utilizando diferentes níveis taxonómicos (mais baixo possível, família e ordem). No Capítulo 3 foi testada a sensibilidade do modelo Mondego a variações sazonais e anuais da fauna por comparação das avaliações feitas em locais de referência amostrados no Outono, Inverno, Primavera e Verão de 2002 com as avaliações referentes ao Verão de 2001 (estação de referência). No Capítulo 4 foi aplicou-se a metodologia RIVPACS aos dados recolhidos no Mondego, utilizando o nível de identificação família, para obter uma lista de taxa esperados (E) nos locais avaliados. No Capítulo 5, foram investigados padrões na distribuição dos Tricópteros amostrados em 66 locais da bacia do Mondego e a influência dos parâmetros ambientais na mesma. No Capítulo 6, a diversidade e abundância dos Tricópteros nas amostras recolhidas em cinco rios foi analisada de modo a determinar se os Tricópteros do mesmo rio são mais semelhantes entre si do que entre rios.
Description: Tese de doutoramento em Biologia (Ecologia) apresentada à Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/9607
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Vida - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s)

118
checked on Mar 3, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.