Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10316/94001
Título: Metodologias colaborativas na operacionalização de estratégias para a reabilitação urbana de Condeixa-a-Nova.
Outros títulos: Collaborative methods in urban rehabilitation strategies for Condeixa-a-Nova.
Autor: Pascoal, Marcelle Simões Luz
Orientador: Gonçalves, Adelino Manuel dos Santos
Calmeiro, Margarida Isabel Barreto Relvão
Palavras-chave: reabilitação urbana integrada; património urbanístico; valores; participação cidadã; metodologias colaborativas; integrated urban rehabilitation; heritage values; citizen participation; collaborative methodologies
Data: 4-Dez-2020
Título da revista, periódico, livro ou evento: Metodologias colaborativas na operacionalização de estratégias para a reabilitação urbana de Condeixa-a-Nova.
Local de edição ou do evento: Condeixa-a-Nova
Resumo: Urban rehabilitation as a public policy exists in response to the knowledge that the integration of the heritage values in urban development policies is one of the main resources for building sustainable cities. Despite the great importance attributed to cultural heritage and the community participation to the construction of strategies and policies for sustainable development, in practice, most of urban rehabilitation policies promote interventions that are far from social objectives and end up satisfying economic and political interests.As a way of reversing the socioeconomic decline resulting from these interventions, community participation in urban rehabilitation processes has been widely encouraged as a means of reviving local dynamism through the social reappropriation of urban spaces. However, it is still necessary that the practices of citizen participation promote the effective involvement of their populations in the management of their environment and their heritage.This dissertation intends to answer the question: how to guide citizen participation in favor of the objectives of urban rehabilitation? This work investigates how the implementation of citizen participation practices can contribute to the operationalization of urban rehabilitation strategies, by creating opportunities for a lively reappropriation of heritage assets and fostering a collective sense of belonging to the territory.Some lines of action are proposed where methods of participation can be applied to implement strategies for urban rehabilitation in the municipality of Condeixa-a-Nova. Thus, this dissertation aims to show that the use of collaborative methodologies, integrated in the urban rehabilitation process, acts as a resource for the maintenance of the process of shared construction of values associated with heritage and, consequently, for the integrated development of urban spaces.
A reabilitação urbana como uma política pública é uma resposta à tomada de consciência de que a salvaguarda e a integração do património nas políticas de desenvolvimento urbano constituem um dos principais recursos para a construção de cidades sustentáveis. Contudo, embora seja atribuída uma grande relevância aos valores do património cultural e ao papel da sociedade na construção de estratégias para o desenvolvimento sustentável, na prática, grande parte das políticas de reabilitação urbana promovem intervenções distantes dos objetivos socialmente relevantes e acabam por satisfazer, sobretudo, interesses económicos e políticos.Como forma de reverter os quadros de declínio socioeconómico decorrentes dessas intervenções, a participação das comunidades nos processos de reabilitação urbana tem sido amplamente incentivada como meio de reavivar o dinamismo local por meio da reapropriação social dos espaços urbanos. Entretanto, ainda é necessário que as práticas de participação cidadã promovam o envolvimento efetivo de suas populações na gestão do ambiente em que vivem e de seu património.Esta dissertação pretende, portanto, responder à questão: como orientar a participação cidadã em favor dos objetivos da reabilitação urbana? Para tal, este trabalho investiga como a implementação de práticas de participação cidadã pode contribuir para a operacionalização de estratégias de reabilitação urbana, ao criar oportunidades para uma reapropriação viva dos bens patrimonializados e fomentar um senso coletivo e de pertença ao território.São propostos alguns eixos de atuação onde métodos de participação podem ser aplicados para a concretização de estratégias de reabilitação urbana do município de Condeixa-a-Nova. Com isso, esta dissertação objetiva evidenciar que a utilização de metodologias colaborativas, integradas no processo de reabilitação urbana, atua como recurso para a manutenção do processo de construção partilhada de valores associados ao património e, consequentemente, para o desenvolvimento integrado dos espaços urbanos.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Reabilitação Urbana Integrada apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/94001
Direitos: openAccess
Aparece nas coleções:UC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato
20201017- Marcelle Pascoal - tese-mRUI (1).pdf10.35 MBAdobe PDFVer/Abrir
Mostrar registo em formato completo

Visualizações de página

35
Visto em 29/jul/2021

Downloads

33
Visto em 29/jul/2021

Google ScholarTM

Verificar


Este registo está protegido por Licença Creative Commons Creative Commons