Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/79878
Title: Integração ambiental sustentável do turismo no território: modelo de apoio à decisão para a gestão de recursos naturais em empreendimentos turísticos
Authors: Silveira, João Miguel Mendes 
Orientador: Cunha, Lúcio
Keywords: Sustentabilidade; Gestão de Recursos Naturais; Empreendimentos Turísticos; Modelo de Apoio à Decisão; Sustainability; Natural Resources Management; Tourism Accommodation; Decision Making Support Model
Issue Date: 11-May-2018
Citation: SILVEIRA, João Miguel Mendes - Integração ambiental sustentável do turismo no território : modelo de apoio à decisão para a gestão de recursos naturais em empreendimentos turísticos. Coimbra : [s.n.], 2018. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/79878
Project: info:eu-repo/grantAgreement/FCT/SFRH/SFRH/BD/74171/2010/PT/INTEGRAÇÃO AMBIENTAL SUSTENTÁVEL DO TURISMO NO TERRITÓRIO – MODELO DE APOIO À DECISÃO PARA A GESTÃO DE RECURSOS NATURAIS EM EMPREENDIMENTOS TURÍSTICOS 
Abstract: Cada vez se observa uma maior proliferação de empreendimentos turísticos concentrados nos locais de grande atratividade turística. No que concerne à gestão dos recursos naturais do território, este aspeto ganha contornos relevantes, uma vez que as regiões do planeta com maior atratividade em termos de beleza cénica e clima para turismo são normalmente áreas onde a gestão e conservação desses recursos é mais problemática. Importa, pois, assegurar boas fontes de informação e garantir um conhecimento fiável acerca das melhores opções de gestão ambiental a tomar nesses cenários. Na sociedade do consumo em que vivemos assistimos a inúmeras mensagens “verdes” e “amigas do ambiente”, veiculadas muitas vezes apenas de forma a satisfazer a nossa consciência ambiental e os nossos padrões de consumo. No sector do turismo e dos empreendimentos turísticos verifica-se o mesmo fenómeno. Em prol da honestidade da mensagem “eco” surgiram vários sistemas de certificação e rótulos de qualidade. No entanto, esses mecanismos apoiam-se quase sempre na comparação entre pares e no “benchmarking” de boas práticas. Assim, somos informados do desempenho ambiental de um hotel em comparação com hotéis semelhantes em termos de escala, serviços e tipologia. Aquilo que pode parecer um desempenho notável é, muitas vezes, bastante superior à media do setor hoteleiro. Partindo da pergunta sobre como facilitar a adoção de práticas ambientais mais sustentáveis, bem enquadradas com o meio, a presente investigação propôs-se ao estudo do impacte das soluções técnicas e tecnologias de gestão diária dos recursos naturais, utilizadas pelos alojamentos turísticos. De forma a abranger contextos territoriais mais diversos, a recolha de dados envolveu empreendimentos turísticos localizados em Portugal e na região Nordeste do Brasil. Elaborando, foram objetos de estudo as diferentes escolhas possíveis de soluções de construção, de opções de equipamentos e de estratégias de gestão, com potencial para afetar as taxas de consumo de água e de energia por pernoita turística. O método principal de recolha de dados consistiu na aplicação de um inquérito por questionários junto de gerentes hoteleiros. Os alojamentos turísticos estudados foram selecionados por amostragem não probabilística de casos típicos. De um total de 104 empreendimentos selecionados e contactados, obteve-se uma resposta positiva e respetiva amostragem em 83 unidades. Após a validação dos dados, assegurando a fiabilidade dos mesmos, resultaram 49 empreendimentos a partir dos quais se continuou o estudo. Da análise dos dados, com recurso a tratamento estatístico, resultaram as variáveis (características técnicas e tecnologias) mais significativas na explicação dos consumos. Com base em resultados obtidos, sabemos agora melhor, como e onde intervir, para, na prática, melhorar a performance ambiental da gestão interna de recursos naturais em empreendimentos turísticos. As melhores tecnologias atuais não são os principais fatores indutores de poupanças efetivas nos consumos estudados. Para além de aspetos relacionados com a localização e a dimensão, é a aposta na formação e no envolvimento de todos os colaboradores nas práticas ambientais sustentáveis que marca a diferença. Este conhecimento é ainda importante pela premência em veicular informação correta, quer para o público, quer para gerentes hoteleiros e decisores territoriais. Esperamos com este trabalho conseguir desconstruir algumas conceções erradas e frisar a importância da formação para uma gestão ambiental sustentável.
Each time more we are witnesses of a continuous growth of tourism accommodation venues concentrated at tourism hot spots. Normally, the places with the greatest tourism attractions are also places with high environmental sensitiveness. At these locations, where the natural capital might be at risk of over exploitation, it is imperative to have reliable tolls for gathering the necessary information in order to support the decision-making processes. In the consumer society we live, we are exposed to continuous “green” advertising campaigns, from several activity sectors, in the attempt to easy our consumption guilt and satisfy our environmental consciousness. The tourism accommodation sector embraces the same efforts. For these environmental friendly messages to have a support in reality, there have been created several certification schemes and quality labels. Nevertheless, many of these schemes function as comparation tools amongst pairs. Meaning that we are not recognising, or even aware of, the best environmental performance in the accommodation sector. Starting from these backgrounds the question is posed: what might be the best practices and technologies, properly chosen for the surrounding environmental challenges, for the sustainable management of natural resources, within the accommodation sector daily routine. In order to expand the variability of local contexts, the data sampling was planned for venues located at Portugal and at the Brazilian region of Nordeste. The research intended to deepen the understanding of the events and characteristics that, occurring within a given tourism accommodation, revealed themselves as the most important in fostering the sustainable use of natural resources, namely water and energy. In other to do so, a questionnaire survey was designed to be implemented amongst hotel managers. From a total of 104 accommodations selected and contacted, there was a positive response and consequent data colleting at 83 units. From those, after data validation, a total of 49 tourism venues remained, from which the study continued. The data collected was processed and studied using statistical tools. The achieved results provide the answers to which are the most important and significative implementation actions, for the best environmental performances and savings, in terms of water and energy consumption by tourist overnight stay. The main results reinforce the knowledge of the rise in consumption rates according to higher levels of services provided. So, the patterns of tourist behaviours are impervious to sensitization strategies. The more services provided the more they are put to use, leading to greater spending of resources. But mostly, it was revealed important that the best saving and sustainable solutions, do not rest on the technologies applied but are, instead, more sensitive to proper staff training and engagement. The internal staff training in the environmental policy and sustainable management techniques is the key to lesser environmental impacts and proper sustainability at the accommodation venues.
Description: Tese de doutoramento em Turismo, Lazer e Cultura, no ramo de Turismo e Desenvolvimento apresentada ao Departamento de Geografia e Turismo da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/79878
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FLUC Geografia - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Integração ambiental sustentável do turismo no território.pdf85.01 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

131
checked on May 22, 2019

Download(s)

48
checked on May 22, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.