Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/79714
Title: Doença de Graves : etiopatogenia, diagnóstico e tratamento
Authors: Elvas, Luís André Caio 
Orientador: Carvalheiro, Manuela
Carrilho, Francisco
Keywords: Doença de Graves; Diagnóstico; Hipertiroidismo; Terapia
Issue Date: Mar-2010
Abstract: O hipertiroidismo é uma doença muito frequente na população em geral. A causa mais frequente de hipertiroidismo é a doença de Graves, uma doença auto-imune que afecta a glândula tiróide. Apresenta maior incidência no sexo feminino e caracteriza-se por uma produção de níveis anormalmente elevados de hormona tiroideia secundários à produção de auto-anticorpos contra o receptor da TSH. Clinicamente, não se restringe apenas ao hipertiroidismo. Em muitos casos os doentes apresentam-se também com orbitopatia, uma entidade que tem características particulares tanto a nível da sua patogénese como do seu tratamento. Por estas razões, a doença de Graves tem sido intensamente estudada ao longo dos anos, na tentativa de compreender melhor como se processa o desencadeamento da auto imunidade e quais os factores genéticos e ambientais que podem conferir a um indíviduo maior susceptibilidade para desenvolver a doença. Do mesmo modo, têm também continuado a ser aperfeiçoadas as armas terapêuticas já bem conhecidas, como os fármacos anti-tiroideus de síntese, o iodo radioactivo e a tiroidectomia, e têm sido investigadas novas terapêuticas, nomeadamente fármacos que actuam directamente sobre o sistema imunitário. Este trabalho de revisão tem como objectivo trazer uma visão geral sobre a doença de Graves, abrangendo diversos aspectos importantes como a etiologia, patogénese, características clínicas, diagnóstico e tratamento, recorrendo aos dados mais recentes nesta área, dando também ênfase a alguns dos aspectos particulares inerentes à orbitopatia de Graves.
Hyperthyroidism is very common around the world. Graves’ disease, an autoimmune disease which affects the thyroid gland, is the most common cause of hyperthyroidism. Its incidence is higher in women and it is characterized by the production of abnormally high levels of thyroid hormones secondary to the production of autoantibodies against the TSH receptor. Clinically, it is not restricted to hyperthyroidism. Many of the patients also suffer from Graves’ orbitopathy, a disease with its own characteristics of pathogenesis and treatment. Due to these facts, Graves’ disease has been deeply studied for many years, in an attempt to better understand the autoimmunity mechanisms involved in Graves’ disease and which genetic and environmental factors might confer a greater susceptibility to the development of the disease. At the same time, the therapeutic options already known, such as the antithyroid drugs, radioactive iodine and thyroidectomy, continue to be ameliorated and newly drugs are being researched, especially those that affect the immune system. The aim of this review is to provide an overview on Graves’ disease, including many important aspects such as etiology, pathogenesis, clinical features, diagnosis and treatment, based on the most recent data on this subject, also giving emphasis to some particular aspects of Graves’ orbitopathy
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina àrea científica de Endocrinologia, apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/79714
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese final.pdf1.99 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

86
checked on Sep 11, 2019

Download(s) 20

1,101
checked on Sep 11, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.