Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/79562
Title: Tumores do urotélio superior : tratamento minimamente invasivo
Authors: Gonçalves, Lúcia de Jesus Marques 
Orientador: Moreira, Pedro
Furriel, Frederico
Keywords: Urotélio; Urologia; Terapêutica; Neoplasias
Issue Date: Feb-2013
Keywords: Urotélio; Urologia; Terapêutica; Neoplasias
Issue Date: Feb-2013
Abstract: Context: Upper urinary tract urothelial carcinoma (UUTUC) is relatively rare, occurring in only 5-10% of all urothelial cancers. Open nephroureterectomy with bladder cuff excision has been the gold standard treatment for upper tract transitional cell carcinoma for more than 60 years. However, this procedure is being challenged by minimally invasive approaches. Objective: The aim of this study was to survey the new treatment techniques and compare them with the conventional model. In addition, this study also covers the role of lymphadenectomy and adjuvant interest of topical agents. Material and methods: A review of the Medline and PubMed databases was carried out using English language. There was a particular emphasis on treatment outcomes from published series. Results: Laparoscopic approach presents advantages over open nephroureterectomy with bladder cuff excision with respect to shorter operation time, hospital stay, blood loss, analgesia, recovery time and cosmetic results. Application of endoscopic treatment as a unique process for high-grade tumors is not advised due to high rates of local recurrence and disease progression. Use of topical agents has shown to be a safe method with some benefits. As for lymphadenectomy there is still no consensus about its benefit. Conclusions: Laparoscopic approach is a good alternative whenever possible. Endoscopic treatment is oncologically safe, but should be applied only in selected patients, and requires a rigorous surveillance protocol, using invasive exams. Regarding the use of topical agents and the role of lymphadenectomy, randomized trials are not conclusive and further studies are needed to evaluate the potential benefits provided by these treatments.
Contexto: Os tumores do urotélio superior (TUS) são neoplasias relativamente raras, representando apenas 5-10% de todos os tumores uroteliais. A nefroureterectomia radical (NUR) por via aberta com cistectomia perimeática foi, por mais de 60 anos, usada como tratamento gold standard. No entanto, surgiram alternativas que proporcionam uma abordagem de tratamento minimamente invasiva face a este método. Objetivo: Pretende-se com este trabalho fazer um levantamento das novas técnicas de tratamento e compará-las com o modelo convencional, abrangendo ainda o papel da linfadenectomia e o interesse do uso adjuvante de agentes tópicos. Material e métodos: Foi feita uma revisão da literatura publicada na Pub Med e Medline atribuindo-se particular ênfase aos resultados pósoperatórios das diferentes técnicas. Resultados: A via laparoscópica apresenta vantagens sobre a NUR no que concerne a menor tempo cirúrgico, hospitalização, hemorragia peroperatória, necessidade de analgesia, tempo de recuperação e resultados estéticos. O tratamento endoscópico como processo exclusivo para tumores de alto grau não é aconselhável devido a altas taxas de recidiva local e progressão da doença. O uso de agentes tópicos é um método seguro e foram mostrados alguns benefícios. Quanto à linfadenectomia ainda não há consenso sobre o seu benefício. Conclusão: A via laparoscópica é uma boa alternativa sempre que seja possível a sua realização. O tratamento por via endoscópica é oncologicamente seguro, no entanto deve ser aplicado apenas em doentes selecionados, e exige um protocolo de vigilância mais rigoroso com recurso a exames complementares invasivos. Relativamente ao uso de agentes tópicos e à realização de linfadenectomia, os estudos randomizados na área ainda não são conclusivos sendo necessário estudos mais prolongados para concluir quanto ao benefício que podem trazer
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina àrea científica de Urologia, apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/79562
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Show full item record

Page view(s)

157
checked on Aug 21, 2019

Download(s) 50

262
checked on Aug 21, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.