Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/46676
Title: Intervenções Psicológicas na Perturbação Borderline da Personalidade: Uma Revisão das Terapias de Base Cognitivo-Comportamental
Authors: Marques, Sofia 
Barrocas, Daniel 
Rijo, Daniel 
Keywords: Perturbação Borderline da Personalidade; Psicoterapia; Terapia Cognitivo-Comportamental; Ensaios Clínicos Aleatorizados; Eficácia
Issue Date: 2017
Keywords: Perturbação Borderline da Personalidade; Psicoterapia; Terapia Cognitivo-Comportamental; Ensaios Clínicos Aleatorizados; Eficácia
Issue Date: 2017
Abstract: Introdução: A perturbação Borderline da personalidade (PBP) é a perturbação da personalidade mais comum, ocorrendo em 1,6 a 6% da população geral. É caracterizada por instabilidade nos afetos e impulsividade, havendo um elevado número de comportamentos auto-lesivos e consumo de recursos de saúde. A psicoterapia é recomendada por várias diretrizes internacionais, como sendo a abordagem terapêutica primária desta patologia. Neste trabalho efetuou-se uma revisão dos efeitos e da eficácia das intervenções psicoterapêuticas de base cognitivo-comportamental no tratamento da PBP. Material e Métodos: Revisão bibliográfica, através da MEDLINE e PUBMED, utilizando como palavras-chave: “Borderline personality disorder”, “cognitivebehavioral therapy”, “efficacy”. Resultados: Foram incluídos 16 ensaios clínicos aleatorizados, que avaliaram a eficácia de diversas intervenções psicoterapêuticas de base cognitivo-comportamental, nomeadamente da terapia comportamental-dialética, terapia cognitivocomportamental, terapia focada nos esquemas e terapia cognitiva por manual. Todas as intervenções psicoterapêuticas analisadas demonstraram benefícios clínicos, quer ao nível da redução da psicopatologia geral e específica da PBP, quer ao nível comportamental, com redução da frequência e gravidade dos comportamentos autolesivos, e com melhoria do funcionamento social, interpessoal e global. Foi observada uma taxa de remissão diagnóstica elevada com as terapias comportamental-dialética (57%) e focada nos esquemas (94%). Discussão/Conclusão: Os resultados dos vários ensaios clínicos demonstraram que as intervenções psicológicas de índole cognitivo-comportamental são eficazes no tratamento da PBP. Contudo, é de salientar que a literatura científica existente é ainda escassa para algumas das modalidades testadas e apresenta diversas limitações metodológicas, pelo que são necessários mais estudos, com inclusão de maior número de indivíduos do sexo masculino.
URI: http://hdl.handle.net/10316/46676
DOI: 10.20344/amp.7469
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Arquitectura - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Marques, S. (2017)_Psicoterapia Cognitivo-Comportamental na P. Borderline da Personalidade.pdfArtigo543.64 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

960
checked on Aug 21, 2019

Download(s) 20

1,006
checked on Aug 21, 2019

Google ScholarTM

Check

Altmetric

Altmetric


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.