Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/43532
Title: Intervenção farmacêutica na prevenção de quedas em seniores : identificação de fatores de risco em seniores e desenvolvimento de uma ferramenta de avaliação multifatorial do risco de queda
Authors: Rolinho, Mariana de Abreu 
Orientador: Rama, Ana Cristina Ribeiro
Keywords: Idoso; Quedas acidentais; Prevenção e controlo; Factores de risco; Farmacêuticos
Issue Date: Jul-2016
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Introdução: A ocorrência de quedas é uma das principais causas de morbilidade e mortalidade entre a população sénior representando já a segunda causa de morte por traumatismo a nível mundial. A sua prevalência e crescente incidência tornam urgente o reconhecimento das quedas nesta população como um problema de Saúde Pública e o desenvolvimento de mecanismos e ferramentas que permitam a identificação e prevenção dos seus fatores de risco. Objetivo: Pretende-se com este trabalho identificar os fatores de risco para ocorrência de quedas, relacionados com as características da população sénior, doenças crónicas prevalentes e farmacoterapia associada, com o objetivo final de criar uma ferramenta de avaliação multifatorial do risco de queda. Métodos: Foi realizada uma revisão da literatura sobre a prevenção de quedas em seniores, identificando os fatores de risco de maior relevância, assim como os potenciais grupos farmacoterapêuticos que propiciam a ocorrência de quedas. A informação obtida foi utilizada na criação de um questionário de avaliação do risco de queda, que foi aplicado num pequeno estudo piloto, realizado entre 23 de maio e 23 de junho, em indivíduos polimedicados e mais de 65 anos. Resultados: A análise da literatura permitiu criar um questionário a ser utilizado por farmacêuticos, que avalia características individuais como comorbilidades, o equilíbrio e problemas de mobilidade, assim como perigos domésticos. O questionário permite igualmente calcular o risco associado ao perfil farmacoterapêutico, identificando o uso de medicação inapropriada de alto risco, nomeadamente antidepressores, antipsicóticos, ansiolíticos, sedativos e hipnóticos, entre outros. Conclusão: Concluiu-se que uma avaliação adequada ajuda a identificar seniores com alto risco de queda, assim como as causas subjacentes, permitindo reduzir o seu impacto negativo. O farmacêutico, como profissional de saúde, altamente qualificado e de maior proximidade, tem uma função fulcral na prevenção de quedas, sendo as farmácias, locais ideais para desenvolver e implementar programas de prevenção, nomeadamente de quedas.
Introduction: The occurrence of falls is one of the leading causes of morbidity and mortality among the eldest, a fact that already represents the second cause of death by injury worldwide. Its prevalence and increasing incidence, demonstrates that the recognition of falls in elderly as a Public Health problem and the development of programs and tools that allow its prevention are essential and urgent. Objective: The aim of this study was to identify risk factors for the occurrence of falls, related to the characteristics of elderly population, the prevalent chronic diseases and associated pharmacotherapy, with the ultimate goal of creating a multifactorial fall risk assessment tool. Methods: We performed a literature review on falls prevention in elderly, identifying the most relevant risk factors and potential pharmacotherapeutic groups that propitiate the occurrence of falls. The information obtained, served to create a questionnaire that assesses the risk of falling, which was applied in a small pilot between May 23rd and June 23rd, in polymedicated individuals with 65 years old and over. Results: The literature analysis enabled to create a questionnaire to be used by pharmacists, which evaluates the individual characteristics as comorbidities, balance and mobility problems, as well as home hazards. The questionnaire also allows assessing pharmacotherapeutic profiles to identify the use of high risk medication such as antidepressants, antipsychotics, anxiolytics, sedatives and hypnotics, among others. Conclusion: We conclude that a proper assessment can help to identify elderly with high fall risk and the underlying causes, allowing to reduce their negative impact. The pharmacist as a health professional, highly qualified and closest to the population, plays a key role in preventing falls, and pharmacies are ideal locations to develop and implement prevention programs, including falls.
Description: Monografia realizada no âmbito da unidade de Estágio Curricular do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/43532
Rights: openAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
M_Mariana Rolinho.pdf1.84 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

203
checked on Jul 1, 2020

Download(s) 50

441
checked on Jul 1, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.