Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/41974
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFerreira, Pedro Lopes-
dc.contributor.advisorFerreira, Lara Noronha-
dc.contributor.authorAntunes, Ana Patrícia Ferreira-
dc.date.accessioned2017-06-18T22:31:40Z-
dc.date.available2017-06-18T22:31:40Z-
dc.date.issued2017-11-27-
dc.date.submitted2017-06-
dc.identifier.citationANTUNES, Ana Patrícia Ferreira - Decisão baseada em preferências : a medição em saúde. Coimbra : [s.n.], 2017. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/41974-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/41974-
dc.descriptionTese de doutoramento em Gestão, na especialidade de Ciência Aplicada à Decisão, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra-
dc.description.abstractO processo de decisão, num contexto de recursos limitados, tem consequências importantes na saúde dos indivíduos. A escolha de novas tecnologias ou de intervenções em saúde e a reavaliação de procedimentos já existentes são aspectos particularmente desafiantes para os decisores, sobretudo no contexto económico actual. O processo de decisão requer abordagens transparentes e racionais a fim de garantir a maximização da saúde e a redução das desigualdades. Os instrumentos de medição em saúde com recurso a métodos de elicitação de preferências são parte integrante das técnicas de avaliação económica. Estes instrumentos permitem o apoio ao processo de decisão, nomeadamente na análise custo-utilidade, através da obtenção de utilidades em saúde. A sua aplicação torna, também, possível ir ao encontro da perspectiva dos cidadãos. No entanto, os desafios metodológicos na avaliação de situações particulares e os instrumentos de medição actualmente disponíveis tornam necessário aprofundar o conhecimento e melhorar as diferentes técnicas existentes de determinação do custo-utilidade, bem como explorar técnicas alternativas de elicitação de preferências para apoio à tomada de decisão. O EQ-5D é um instrumento genérico de medição em saúde baseado em preferências cujos valores de utilidade são obtidos com recurso ao compromisso no tempo. É geralmente reconhecido que a versão tradicional do EQ-5D (EQ-5D-3L) sofre de um efeito-tecto, dificultando a descrição dos estados de saúde situados na parte superior da escala de utilidade. Neste âmbito, o grupo EuroQol expandiu o sistema descritivo deste instrumento de medição, aumentando-o para cinco níveis (EQ-5D-5L). Estudos anteriores demonstram ainda que os valores de utilidade elicitados pela técnica de compromisso de tempo geram pouco consenso e que a utilização desta técnica se revela particularmente complexa na aplicação aos respondentes, para além de excluir grupos particulares como crianças, idosos ou culturas diferentes. A limitação desta técnica tem conduzido a um interesse crescente na experiência de escolha discreta, particularmente em estudos para elicitação de preferências em saúde. Assim, surge este trabalho, integrado numa equipa multidisciplinar internacional liderada pelo grupo EuroQol, que tem por objectivo elicitar as preferências da população portuguesa de forma a estimar o sistema de valores para os 3.125 estados de saúde gerados pelo EQ-5D-5L, com recurso à valoração do compromisso de tempo e da experiência de escolha discreta. No final deste trabalho espera dispor-se, para a população portuguesa, de um instrumento mais adequado para a medição das preferências em saúde que possa contribuir para o processo de tomada de decisão em políticas de saúde.por
dc.description.abstractThe decision making process within a context of limited resources has important consequences on the health of individuals. The criteria by which health technology assessment and health interventions are decided and the review of current procedures represent a challenge for decision makers in the face of the current economic slowdown. The decision making process requires a transparent and rational approach to ensure the maximization of health and the reduction of inequalities. Economic evaluation techniques may provide a valid solution to achieve these goals. Preference-based measures are part of economic evaluation techniques. These approaches incorporate utilities for health outcomes and can be used in cost-utility analyses to aid resource allocation decisions. They may also meet the needs of citizens. However, the methodological challenges regarding particular situations and the preference based-measures currently in use require further research in order to improve cost-utility analysis and explore alternative preference elicitation methods for decision making. The EQ-5D is a generic preference based measure of health whose value set is obtained using a valuation technique such as time trade-off. It is generally recognized that the traditional version of the EQ-5D (EQ-5D-3L) has a ceiling effect, making difficult to distinguish between the health states situated at the top of the scale. In this context, the EuroQol Group expanded the descriptive system of this generic preference based measure of health, up to five levels (EQ-5D-5L). Previous studies have shown that the utility values elicited by the time trade-off technique generate little consensus and that the use of this technique has proved particularly complex in the application to the respondents and exclude particular groups such as children, the elderly or different cultures. The limitation of this technique has led to a growing interest in the use of the discrete choice experiment, particularly in studies for elicitation of preferences in health. This work, as part of a multidisciplinary international team led by the EuroQol group, aims to elicit the preferences of the Portuguese population for the 3,125 health states generated by the descriptive system of the EQ-5D-5L in order to estimate its value set, using the valuation technique of time trade-off and a discrete choice experiment. In the end, it expects to provide the Portuguese population with a more appropriate instrument for the measurement of preferences in health that can contribute to the decision-making process in health policies.por
dc.description.sponsorshipGrupo EuroQol-
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccess-
dc.subjectexperiência de escolha discretapor
dc.subjectDiscrete choice experimentpor
dc.subjectvaloração de estados de saúde-
dc.subjectcompromisso de tempo-
dc.subjectvaluation-
dc.subjecthealth state-
dc.subjecttime trade-off-
dc.subjectpreferences-
dc.titleDecisão baseada em preferências. A medição em saúdepor
dc.typedoctoralThesispor
degois.publication.locationCoimbrapor
dc.peerreviewedyes-
dc.subject.fosDomínio/Área Científica::Ciências Sociais::Economia e Gestãopor
thesis.degree.grantor00500::Universidade de Coimbrapor
thesis.degree.leveldoutor-
thesis.degree.nameDoutoramento em Gestão, na área de Ciência Aplicada à Decisãopor
thesis.degree.grantorUnit00503::Universidade de Coimbra - Faculdade de Economiapor
uc.date.periodoembargo0por
uc.controloAutoridadeSim-
item.grantfulltextopen-
item.languageiso639-1pt-
item.fulltextCom Texto completo-
crisitem.advisor.deptFaculdade de Ciências do Desporto e Educação Física, Universidade de Coimbra-
crisitem.advisor.researchunitCentre for Health Studies and Research of the University of Coimbra-
crisitem.advisor.orcid0000-0002-9448-9542-
Appears in Collections:FEUC- Teses de Doutoramento
Files in This Item:
File Description SizeFormat
Decisão baseada em preferências.pdf9.45 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s) 50

479
checked on May 26, 2020

Download(s) 50

458
checked on May 26, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.