Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/37106
Title: Perfecionismo e perturbação psicológica: uma perspetiva transgeracional
Authors: Costa, Melanie Ribau da 
Orientador: Macedo, António
Pereira, Ana Telma
Keywords: Perfeccionismo; PRN; Perturbação psicológica; Ansiedade; Depressão; Stresse; Dimensões parentais; Perspetiva transgeracional
Issue Date: Feb-2016
Abstract: INTRODUÇÃO: Perfeccionismo e Pensamento Repetitivo Negativo/PRN contribuem para diversos quadros psicopatológicos. Recentemente, foi provado que o PRN é mediador da relação entre o perfeccionismo e a perturbação psicológica. No entanto, pouco se sabe acerca dos aspectos transgeracionais destas relações. O objetivo deste estudo foi analisar o papel do perfeccionismo e do PRN dos pais nos níveis de perturbação psicológica dos filhos, nomeadamente ansiedade, depressão e stresse. MATERIAIS E MÉTODOS: 223 estudantes universitários (77.97% sexo feminino; 20.48±1.624 anos) e os seus pais participaram no estudo preenchendo, fora do período de avaliações, questionários de autorresposta, validados para a população portuguesa: Escalas Multidimensionais de Perfeccionismo de Frost e de Hewitt & Flett- nomeadamente para a avaliação das Preocupações com a avaliação (PreocAv) e Esforços perfeccionistas (EsfPerf); Questionário de Pensamento Perseverativo-15, e da Escala de Depressão, Ansiedade e Stresse. Os filhos preencheram ainda os Questionários de Dimensões parentais e as escalas de perfeccionismo com base nas respostas que pensavam ser as dos seus pais. RESULTADOS: As correlações entre o perfeccionismo dos filhos (PF) e o perfeccionismo dos pais (Pp) foram baixas (.20); entre o PF e a sua perceção acerca do perfeccionismo dos pais (PFPp) foram moderadas (.45) e entre Pp e a PFPp foram altas (.50). Os preditores significativos de Ansiedade dos filhos foram: PP, DA, PreocAv, PR e ICI dos filhos; PR dos pais; PreocAv, ICI, ContrPsic e DA_FP das mães; da Depressão dos filhos: PE, DA, PreocAv e ICI dos filhos; PE, ICI, RespAAut e ContrPsic dos pais; ICI, PSP_FP e PreocAv_FP das mães; do Stresse dos filhos: PE, DA, CP, PreocAv, PR e ICI dos filhos; PE, PreocAv e ContrPsic dos pais; PreocAv, PSP_FP, DA_FP e PreocAv_FP das mães. DISCUSSÃO: Os estilos parentais do pai têm maior correlação com o PRN e Perturbação psicológica dos filhos que os das mães, e o controlo psicológico de ambos é o que apresenta mais correlações com as variáveis em estudo dos filhos. De todas as correlações encontradas com o PRN e perturbação psicológica dos filhos, as que apresentam maior magnitude foram as relativas à perceção dos filhos acerca do perfeccionismo das mães. A Ansiedade, contrariamente ao que se apurou para o Stresse, apresentou-se como sendo melhor explicada pelas VI da mãe que do pai. O modelo de PRN foi o único modelo que se encontrou consistentemente significativo, sendo que o do pai mostrou explicar melhor (1.3-4.5% mais que o da mãe) as três dimensões de perturbação psicológica dos filhos. Todos os modelos testados, tanto dos pais, como das mães, explicam pelo menos um dos outcomes dos filhos de forma significativa. CONCLUSÃO: Os níveis de perfeccionismo, PRN e de perturbação psicológica dos jovens adultos relacionam-se mais com a sua perceção acerca do perfeccionismo dos progenitores (principalmente, das mães) do que com os níveis reais de perfeccionismo dos pais. INTRODUCTION: Perfectionism and Repetitive negative thinking/RNT contribute to psychological distress. Recently, it has been proven that RNT is a mediator between perfectionism and psychopathology. However, little is yet known about the transgenerational aspects of this relation. The aim of this study was to analyse the role of parents’ perfectionism and RNT in the development of psychological distress in their children, namely Anxiety, Depression and Stress. MATERIALS AND METHODS: 223 university students (77.97% female; 20.48±1.624 years old) and their parents participated in the study by completing, out of the evaluation period, self-reported questionnaires, validated for the Portuguese population: Multidimensional Perfectionism Scales (MPS) of Frost and of Hewitt&Flett – namely to assess Evaluative concerns (Ec) and Positive striving (Ps); Perseverative Thinking Questionnaire -15, and the Anxiety, Depression and Stress Scale. Children also filled in the Parental Dimensions’ Questionnaire and the perfectionism scales with regard to which they consider were their parents’ answers. RESULTS: Correlations between children’s perfectionism/CP and parents’ perfectionism/Pp were low (.20); between CP and their perception of their parents’/CPP perfectionism were moderate (.45) and between Pp and CPP perfectionism were high (.50). The significative preditors of children’s Anxiety were: children’s PS, DA, Ec, RT and UCI; fathers’ RT; mothers’ Ec, UCI, PsycCont and CPP of DA; of children’s Depression were: children’s CM, DA, Ec and UCI; fathers’ CM, UCI, RespASup and PsycCont; mother’s UCI and CPP of SPP and of Ec; of children’s Stress: children’s CM, DA, PC, Ec, RT and UCI; fathers’ CM, Ec and PsycCont; mothers’ Ec, and CPP of SPP, of DA and of Ec. DISCUSSION: Fathers’ parental styles have greater correlation with children’s RNT and Psychological distress than do their mothers’, and Psychological control of both parents is what most correlates with children’s studied variables. Of all the correlations found with children’s RNT and Psychological distress, the ones with greater magnitude were the ones related with CPP of mothers. Anxiety, unlike what was found with Stress, presented as better explained by the mother’s IV than by the father’s. The RNT model was the only one found consistently significant, the father’s being the one that better explained (1.3-4.5% better than mother’s) the three dimensions of children’s Psychological distress. All the models tested, both from fathers and mothers, significantly explain at least one of the children’s outcomes. CONCLUSION: Young adults’ negative perfectionism, RNT and psychological distress correlates more with their perception of their parents’ perfectionism (mostly their mothers’) than with their parents’ actual perfectionism.
Description: Trabalho final do 6º ano médico com vista à atribuição do grau de mestre (área científica de psicologia médica) no âmbito do ciclo de estudos de Mestrado Integrado em Medicina.
URI: http://hdl.handle.net/10316/37106
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Perfeccionismo e Perturbação Psicológica - Perspectiva transgeracional.pdfPerfeccionismo e Perturbação Psicológica - Perspectiva transgeracional1.32 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

204
checked on Feb 18, 2020

Download(s)

133
checked on Feb 18, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.