Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/36560
Title: Efeito do tratamento canalar na alteração do pH em defeitos de reabsorção externa
Authors: Simões, Núria Filipa Serrador 
Orientador: Botelho, Maria Filomena Rabaça Roque
Ferreira, Manuel Marques
Keywords: BiodentineTM; MTA; Hidróxido de cálcio; Iões hidroxilo; Alterações pH
Issue Date: Jul-2012
Abstract: Introdução: A reabsorção radicular externa é um processo que se traduz numa perda de cemento e dentina. Este trabalho tem como objetivo avaliar e comparar ex-vivo as possíveis alterações do valor de pH na superfície radicular de dentes humanos obturados com BiodentineTM, MTA e hidróxido de cálcio. Materiais e métodos: Na realização deste estudo foram utilizados 16 dentes humanos monorradiculares. Todos os dentes foram seccionados a um comprimento estipulado de 10 mm a partir do ápex radicular e foram instrumentados pela técnica crown down com recurso à instrumentação mecanizada, sistema Protaper (limas S1, S2, F1, F2 e F3), sendo padronizado o alargamento apical com uma lima K 40. Realizou-se uma cavidade de 0,6 mm de profundidade a uma distância de 6 mm do ápex dentário em cada dente. Os dentes foram aleatoriamente divididos em quatro grupos: grupo controlo negativo (3 dentes), que continha NaCl 0,9%; grupo controlo positivo (3 dentes), obturado com hidróxido de cálcio; grupo com 5 dentes obturados com MTA e um grupo com 5 dentes obturados com BiodentineTM. Todos os dentes foram armazenados individualmente em tubos contendo NaCl 0,9% a 4ºC. Na 3 cavidade de cada dente foi feita a leitura do valor de pH ao fim de 6 horas, 24 horas e uma semana. Os microeléctrodos para medições potenciométricas do pH foram produzidos no laboratório numa sucessão de passos. Resultados: Ao longo das medições do valor de pH para a BiodentineTM verifica-se que existem diferenças estatisticamente significativas (Friedman; (2) =7.60; p = 0.022). O valor de pH aumenta ao longo do tempo, apresentando um valor médio de pH de 5,03 para as 6 horas, 6,54 para as 24 horas e 7,55 para uma semana. Observam-se diferenças estatisticamente significativas entre o valor de pH às 6 horas e o 1º dia (24 horas) (Wilcoxon, Z = -2.023; p = 0.043) e entre as 6 horas e a primeira semana (Wilcoxon, Z = -2.023; p = 0.043). Não se observam diferenças estatisticamente significativas entre o 1º dia (24 horas) e a primeira semana (Wilcoxon, Z = -1.214; p = 0.225). Não se observam diferenças estatisticamente significativas para o MTA (Friedman; (2) =1.20; p = 0.549), para o hidróxido de cálcio (Friedman; (2) =0.667; p = 0.717) e para o soro fisiológico (Friedman; (2) =4.667; p = 0.097). Ao fim de uma semana, o valor médio de pH na superfície radicular é 7,55 para a BiodentineTM, 6,30 para o MTA, 5,62 para o hidróxido de cálcio e 5, 87 para o soro fisiológico. Conclusão: Dentro das limitações deste estudo, os valores do pH proporcionados pela BiodentineTM, foram superiores aos dos outros materiais estudados, podendo constituir um material de primeira escolha para o tratamento de dentes com reabsorções externas.
Description: Trabalho final do 5º ano com vista à atribuição do grau de mestre no âmbito do ciclo de estudos de Mestrado Integrado em Medicina Dentária apresentado à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/36560
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Med. Dentária - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_Núria Simões.pdfTese_Núria Simões429.89 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

191
checked on Oct 20, 2021

Download(s)

72
checked on Oct 20, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.