Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/33787
Title: Demographic parameters of seabirds in the North Atlantic along a marine productivity gradient
Authors: Gonçalves, Henrique José Figueiredo 
Orientador: Ramos, Jaime
Paiva, Vítor Hugo
Keywords: Macaronesia; Época de reprodução; Ajuste; Período de reprodução; Procelariiformes
Issue Date: 2016
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: It is well known that availability of food has an important role in explaining the breeding phenology of seabirds. This availability can be inferred from oceanographic conditions such as sea surface temperature (SST) and chlorophyll a concentration (CC), which are known to be proxies of marine productivity. Moreover, seabird species have the capacity to use these proxies as cues to start the breeding season. We conducted a study to evaluate whether there is an adjustment of the breeding season of several species of seabirds (Calonectris sp., Bulweria bulwerii, Hydrobates sp., Pterodroma sp. and Puffinus sp.) with the oceanographic conditions around the archipelagos that constitute the Macaronesian region (Azores, Madeira, Canary and Cabo Verde), and also the Berlengas archipelago in the North Atlantic Ocean. In this region marine productivity broadly decreases from the Azores (temperate region) to Cabo Verde (tropical region). The oceanographic conditions were assessed using remote sensing data from 2003-2015. Timing of breeding for all Procellariform species was taken from the literature, and complemented with fieldwork in Cabo Verde. There was a clear seasonality pattern in oceanographic conditions, more marked in the temperate group (Azores, Berlenga, Madeira and Canary Islands) than the tropical group (Cabo Verde Islands), where the conditions were more stable throughout the year. We concluded that the species breed in several archipelagos along this temperate-tropical gradient (Calonectris sp. Hydrobates sp. and Puffinus sp.) lay eggs sooner in the northernmost archipelagos and later in the southernmost archipelagos were the peak of marine productivity (and likely prey availability) occur latter. Although there is some adjustment of the breeding season of these species with the oceanographic conditions in the different archipelagos, a direct relationship between the peak of laying and the peak in CC was not visible, partly because the difference between these two peaks differed greatly among archipelagos. Plus, the winter breeding species showed no apparent relationship with the prevailing oceanographic conditions. We propose that in this region of the North Atlantic, the oceanographic conditions are not the sole reason explaining the seabirds’ timing of breeding. Instead the competition for nesting sites may be even more relevant, given the little overlap in timing of breeding among species in the same location. This means that different species breed at a different time of the year, and winter breeding species may do so simply to avoid competition with the more numerous, larger and more competitive summer breeding species. Further studies are needed to support this hypothesis and help to understand the breeding phenology of the seabird species breeding on the Macaronesian region.
A disponibilidade de alimento tem sido apontada como tendo um papel importante na fenologia da reprodução das aves marinhas. Esta disponibilidade pode ser inferida a partir de condições oceanográficas, tais como a temperatura da superfície do mar (SST) e a concentração de clorofila a (CC), que se sabe serem indicadores de produtividade marinha. Além disso, varias espécies de aves marinhas têm a capacidade de usar tais indicadores para iniciar a época de reprodução. Realizou-se um estudo para avaliar se há um ajuste da época de reprodução de várias espécies de aves marinhas (Calonectris sp., Bulweria bulwerii, Hydrobates sp., Pterodroma sp. e Puffinus sp.) em relação às condições oceanográficas, em torno dos arquipélagos que constituem a região da Macaronésia (Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde), e também o arquipélago das Berlengas no Oceano Atlântico Norte. Nesta região a produtividade marinha em geral diminui a partir dos Açores (região temperada) para Cabo Verde (região tropical). As condições oceanográficas foram avaliadas entre 2003-2015 utilizando dados de detecção remota. O tempo de reprodução para todas as espécies de Procelariiformes foi retirada a partir da literatura, e complementada com o trabalho de campo em Cabo Verde. Verificou-se um claro padrão de sazonalidade das condições oceanográficas, mais acentuado no grupo temperado do que no grupo tropical, onde as condições são mais estáveis ao longo do ano. Concluímos que as espécies que se reproduzem em vários arquipélagos ao longo deste gradiente temperado-tropical (Calonectris sp. Hydrobates sp. e Puffinus sp.) põem ovos mais cedo nos arquipélagos mais setentrionais e mais tarde nos arquipélagos meridionais, onde o pico de produtividade marinha é mais tarde. Embora haja algum ajuste da época de reprodução destas espécies com as condições oceanográficas nos diferentes arquipélagos, não se verificou uma relação directa entre o pico da postura e o pico em CC, em parte porque a diferença entre estes dois picos variaram muito entre os arquipélagos. Além disso, as espécies que se reproduzem no inverno não mostraram nenhuma relação aparente com as condições oceanográficas prevalecentes. Propomos que nesta região do Atlântico Norte, as condições oceanográficas não deverão ser a razão principal para explicar a época de reprodução das aves marinhas. A competição por locais de nidificação pode ter um papel ainda mais importante, dada a pouca sobreposição no período de reprodução entre as espécies que se reproduzem no mesmo local. Isto significa que as diferentes espécies se reproduzem em alturas diferentes do ano, e as espécies que se reproduzem durante o inverno podem fazê-lo simplesmente para evitar a concorrência com as espécies mais numerosas, maiores e mais competitivas que se reproduzem no verão. Mais estudos são necessários para apoiar esta hipótese e para ajudar a compreender a fenologia de reprodução das espécies de aves marinhas que se reproduzem na região da Macaronésia.
Description: GONÇALVES, Henrique José Figueiredo - Demographic parameters of seabirds in the North Atlantic along a marine productivity gradient. Coimbra : [s.n.], 2016. Dissertação de Mestrado.
URI: http://hdl.handle.net/10316/33787
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Henrique Gonçalves.pdf1.33 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

304
checked on Nov 18, 2019

Download(s) 5

2,995
checked on Nov 18, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.