Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/33589
Title: A necrópole Baixo-Medieval da Alcáçova do Castelo de Mértola: estudo paleobiológico de uma amostra populacional
Authors: Costa, Bruna 
Orientador: Umbelino, Cláudia
Keywords: Necrópole cristã; Baixa Idade Média; Alcáçova do Castelo de Mértola; Estudo paleobiológico
Issue Date: 2016
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A presente dissertação visa contribuir para a compreensão da realidade humana que se viveu em Mértola na Baixa Idade Média (entre os séculos XIII-XVI), recorrendo ao estudo antropológico de dezanove indivíduos da necrópole cristã da Alcáçova do Castelo de Mértola. A amostra osteológica é constituída por catorze adultos, dos quais cinco são do sexo feminino, seis do sexo masculino e três de sexo indeterminado, e por cinco não adultos. Em termos etários temos cinco jovens adultos, seis adultos de meia-idade, um recémnascido, três não adultos entre os três e os doze anos e quatro indivíduos de idade à morte indeterminada. Trata-se de uma amostra significativamente robusta e de estatura média/baixa (em média 158,2cm nas mulheres e 165,8cm nos homens), com presença recorrente de caracteres discretos ao nível dos úmeros (abertura setal), dos fémures (terceiro trocânter), das patelas (Vastus notch), das tíbias (facetas de agachamento) e dos ossos dos pés (tubérculo peronial). Na dentição há uma baixa incidência de caracteres discretos, mas observaram-se dois segundos molares inferiores com foramen caecum molare e um incisivo lateral superior direito em forma de PEG, ou “cavilha”. Na análise patológica evidencia-se um desgaste oclusal dentário generalizado e severo, possivelmente devido a uma mastigação exigente, mas uma percentagem de cáries bastante pequena. À exceção da coluna vertebral de um adulto masculino a osteoartrose é pouco significativa. Já as frequentes alterações nas enteses sugerem atividades repetitivas e de grande esforço em ambos os sexos. Foram ainda registadas lesões infeciosas, traumáticas, neoplásicas, congénitas, metabólicas e de stresse fisiológico. Pelo número reduzido de indivíduos analisados as inferências obtidas não retratam uma população, pelo que é necessário dar continuidade ao estudo da necrópole e cruzar resultados com outros trabalhos.
The present dissertation aims to contribute to the understanding of human reality that was lived in Mértola in the Low Middle Age (between XIII-XVI), through the anthropological study of nineteen individuals of the Christian necropolis of Mértola´s Castel Citadel. The osteological sample consists in fourteen adults, five of whom are female, six male and three of unknown sex, and five non-adults. In terms of age we have five young adults, six middle-aged adults, a newborn, three non-adults between three and twelve years old and four individuals with age at death unknown. This is a significantly robust sample and with an average/low height (on average 158,2cm in women and 165,8cm in men), with recurring presence of discrete characters at the level of the upper arm (septal opening), the femurs (third trochanter), the patella (Vastus notch), the tibias (squat facets) and foot bones (peroneal tubercle). In dentition there is a low incidence of discrete characters, but it was observed a foramen caecum molare in two lower second molars and a right lateral incisor with a peg shape. In pathological analysis is visible a widespread and severe dental oclusal wear, possibly due to a demanding chewing, but a very small percentage of cavities. With the exception of a male adult spine, osteoarthritis is insignificant in this sample. Already the frequent changes in enthesis suggest repetitive activities and of great effort in both sexes. There were also registered infectious, traumatic, neoplasic, congenital, metabolic and stress related diseases. The small number of individuals analyzed in this dissertation and the inferences obtained do not represent a population, so it is necessary to continue the study of the necropolis and cross results with other work.
Description: COSTA, Bruna - A necrópole Baixo-Medieval da Alcáçova do Castelo de Mértola: estudo paleobiológico de uma amostra populacional. Coimbra : [s.n.], 2016. Dissertação de Mestrado em Evolução e Biologia Humanas.
URI: http://hdl.handle.net/10316/33589
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese.pdf7.73 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

434
checked on Jul 1, 2020

Download(s) 10

1,135
checked on Jul 1, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.