Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/31411
Title: Acção médica em instituições de apoio a pessoas com deficiência mental
Authors: Alfaiate, Joana Dias 
Orientador: Madeira, Nuno Gonçalo Gomes Fernandes
Keywords: Deficiência intelectual; Assistência à saúde; Distúrbios de aprendizagem
Issue Date: Mar-2015
Abstract: Através do contacto directo com pessoas com deficiência mental tentei conhecer a realidade do seu quotidiano e em que medida um médico poderia ser útil nos seus cuidados diários. Por esse motivo tornei-me voluntária na Cercipom, uma instituição que cuida de pessoas com atraso cognitivo, e trabalhei a par com a equipa técnica e com as monitoras. Pude observar os problemas que a instituição tem que resolver diariamente, a forma como são geridos os cuidados de saúde e quais as limitações de acesso aos mesmos, para no fim concluir sobre quais os pontos do plano de cuidados que poderiam ser melhorados por um médico. Para complementar a minha avaliação apliquei o Inventário de Burnout de Copenhagen aos funcionários com quem contactei, com o intuito de perceber se havia um risco aumentado de desenvolvimento desse síndrome e consequentemente se se justificava a aplicação de medidas preventivas. Ao longo das minhas observações fui sempre fazendo um paralelo com o que encontrei escrito sobre o tema. Infelizmente a grande maioria reporta a realidade de outros países, havendo pouca informação sobre o que se passa em Portugal. Por esse motivo, à minha observação pessoal, acrescentei a opinião de outras instituições da zona centro (que realizam um trabalho semelhante ao da Cercipom), que obtive através de um inquérito que realizei nas mesmas. Prossegui o meu trabalho avaliando a viabilidade económica deste projecto, tendo em conta o impacto que teria na instituição, e qual a especialidade com maior competência para atender esta população. Concluí que a Cercipom não tem capacidade de suportar as despesas salariais acrescidas pela contratação de um médico e que para que haja um médico assistente na instituição poderia equacionar-se um acordo com o Sistema Nacional de Saúde, em que um profissional de saúde do serviço público se dirige à Cercipom de forma regular. Quanto à especialidade deparei-me com um tema controverso, pois existe uma grande heterogeneidade de patologias neste grupo populacional.Contudo, com base na literatura e nos problemas que encontrei na Cercipom, achei que as especialidades mais indicadas seriam a Psiquiatria e a Medicina Geral e Familiar. Com o conhecimento que adquiri e as conclusões a que cheguei, construí, em linhas gerais, um plano de actuação que me parece viável para esta instituição. O plano inclui as especialidades dos médicos que considero serem mais adequadas, a frequência com que visitariam a instituição e quais as funções que desempenhariam.
Through the direct contact with mentally impaired people, I tried to learn about their daily lives and see to what extent a doctor could be useful in their daily care. For these reasons I volunteered at Cercipom, an institution that cares for people with cognitive disabilities, and worked along the technical team and the monitors. I was able to see the institution’s daily problems, their health care management and the difficulties they have on accessing them, in order to conclude in what ways the health care plan could be improved by a doctor. As a complement to my assessment I applied the Burnout Inventory of Copenhagen to the employees, with the purpose of understanding if an increased risk of developing this syndrome is present and the eventual need to apply preventive measures. Throughout my observations, I draw a parallel with other literature finding on the subject. Unfortunately the vast majority regards the reality lived in other countries and the information regarding Portugal is almost inexistent. Because of that I added to my personal observation the opinion of other institutions on the area (what perform similar work to Cercipom), through a survey I conducted. Considering the new information I obtained during my stay at Cercipom and the conclusions I have reached, it is possible to build an action plan. This plan includes the medical specialties I consider to be most appropriate, how often they should visit the institution and what would be their role.
URI: http://hdl.handle.net/10316/31411
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Trabalho final.pdf817.24 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

656
checked on Nov 23, 2021

Download(s)

145
checked on Nov 23, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.