Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30953
Title: Mértola : testemunhos de um passado medieval : estudo paleobiológico de 30 esqueletos provenientes da Alcáçova do Castelo de Mértola
Authors: Leandro, Inês Regina Rolinho 
Orientador: Umbelino, Cláudia
Keywords: Necrópole da Alcáçova do Castelo de Mértola; Baixa Idade Média; Morfologia; Paleodemografia; Paleopatologia
Issue Date: 2011
Citation: LEANDRO, Inês Regina Rolinho
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O presente trabalho de investigação pretende caracterizar uma fracção da população de Mértola, que terá vivido já depois da reconquista cristã, mais propriamente na Baixa Idade Média, entre os séculos XIV e XVI. A amostra osteológica estudada é proveniente da Necrópole Cristã da Alcáçova do Castelo de Mértola e é composta por 30 esqueletos que se encontravam distribuídos por 25 sepulturas. A partir de um estudo aprofundado da amostra osteológica, esta investigação pretende dar a conhecer melhor um pouco da vida e da morte desta população. Para tal, traçou-se o perfil biológico dos indivíduos e avaliaram-se quais as patologias que os afectaram. Deste modo será possível caracterizar esta fracção da população do ponto de vista demográfico, morfológico e patológico. Os resultados obtidos permitiram-nos concluir que a maioria da amostra é constituída por indivíduos adultos (66,7%), predominantemente do sexo masculino (52,6%). A maior fracção dos indivíduos adultos terão morrido entre os 20 e os 35 anos, enquanto nas crianças se verificou um maior número de mortes na faixa etária dos 0 aos 4 anos. Para além de se revelar uma população bastante jovem, constatou-se ainda que esta população apresentava valores de estatura relativamente baixos, entre 145 e 160 cm para os indivíduos do sexo feminino e entre 160 e 170 cm para os indivíduos do sexo masculino. Do ponto de vista patológico merecem ser destacados os resultados obtidos para a prevalência de cáries dentárias e de osteoartrose. Observou-se que 77,3% dos indivíduos da amostra teriam pelo menos um dente cariado e que 63,2% seriam afectados por patologia degenerativa articular. Ainda no domínio do estudo paleopatológico, verificou-se grande prevalência de alterações ao nível da entese no tendão de Aquiles e dos tendões flexores das mãos. Por fim, procurou-se sempre que possível, comparar os resultados do actual estudo com outros anteriormente realizados com outras amostras de indivíduos desta mesma população.
The aim of this research work is to characterize a fraction of Mértola´s population, who lived longer after the Christian Reconquest, more specifically in the Late Middle Ages, between the 14th-16th centuries. The osteological material selected for this work is from the Necrópole Cristã da Alcáçova do Castelo de Mértola and it consists in 30 skeletons that were found in 25 graves. From a detailed study of the osteological sample, this research aims to increase the awareness of the life and death of this population. So, it was traced the individuals´ biological profile and it was evaluated the pathologies that affected each one of them. That makes possible the characterization of this population fraction, in terms of a demographic, morphological and pathological perspective. From the obtained results it is possible to conclude that most of the sample consists of adult individuals (66,7%), predominantly male (52,6%). Most of the adult individuals died between the age of 20 and 35 years old, while children died mostly between the age of 0 and 4 years old. Besides the youth of the population, it was found that this individuals also had relatively low height values, between 145 and 160 cm for females and between 160 and 170 cm for males. From the pathological point of view should be highlighted the results for the prevalence of tooth decay and osteoarthritis. It was observed that 77,3% of the individuals had at least one decayed tooth and 63.2% could be affected by degenerative joint disease. Furthermore, there was high prevalence of changes in the enthesis of the Achilles tendon and the flexor tendons of the hands. Finally, it was attempted to compare the results of this study with other individual samples from the same population, whenever it was possible.
Description: Dissertação de mestrado em Evolução e Biologias Humanas, apresentada ao Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/30953
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CIAS - Dissertações de Mestrado
FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_Mértola Testemunhos de um passado medieval.pdf5.5 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

357
checked on Apr 8, 2020

Download(s)

171
checked on Apr 8, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.