Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30718
Title: Turismo e empreendedorismo social em Cabo Verde : estudo exploratório sobre condições e perspetivas de intervenção das organizações do terceiro setor
Authors: Morais, Carlos Fernando da Rocha 
Orientador: Ferreira, Claudino Cristóvão
Keywords: Empreendedorismo social; Turismo; Sustentabilidade; Organizações do Terceiro Setor (OTS); Capital social; Capital humano; Capital financeiro
Issue Date: 22-Feb-2016
Publisher: FEUC
Citation: Morais, Carlos Fernando da Rocha -Turismo e empreendedorismo social em Cabo Verde : estudo exploratório sobre condições e perspetivas de intervenção das organizações do terceiro setor, Coimbra, 2016
Abstract: O turismo está em franco crescimento desde há seis décadas. É um fenómeno que desperta grande interesse político, muito devido à potencialidade que lhe atribuem na promoção do crescimento económico dos territórios em que se estabelece, particularmente naqueles que procuram encontrar caminhos para se tornarem desenvolvidos. Mas desde a sua consolidação é, também, frequentemente apontado como um agente causador de desequilíbrios ambientais e socioeconómicos em muitos países economicamente débeis. Com base nessas asserções, o presente estudo procurou explorar a noção de empreendedorismo social – admitido como um padrão de desenvolvimento sustentável e um potencial instrumento para a resolução desses desequilíbrios – como mecanismo para a intervenção das OTS no contexto turístico de Cabo Verde – país de desenvolvimento médio que aposta no turismo como setor estratégico de desenvolvimento. Assente na metodologia qualitativa, o seu principal objetivo foi avaliar as condições do contexto turístico cabo-verdiano, particularmente da ilha da Boa Vista, visando a implementação de iniciativas de empreendedorismo social concebidas por OTS nacionais e locais. Especificamente, propôs-se aferir se essas organizações estão munidas de capital social, humano e financeiro, tidos como recursos essenciais para se empreender socialmente. Os resultados dão conta de um contexto que se depara com vários problemas sociais e económicos, mas que apresenta, também, recursos e oportunidades suscetíveis de serem valorizadas e potencializadas para fins turísticos, sendo que, o empreendedorismo social é percebido como um mecanismo oportuno para esse fim e, igualmente, um potencial agente de mitigação dos desequilíbrios provocados pelo turismo (massificado). Porém, a cadeia produtiva do setor turístico é integrado verticalmente, e controlado por grandes operadores estrangeiros. Participar desse circuito exige que as OTS tenham, efetivamente, estruturas organizacionais e gestionárias competentes. Mas apresentam, contrariamente, reduzidos níveis de capital humano e social, o que também os condicionam na mobilização de capital financeiro. Conclui-se, pois, que, grosso modo, as OTS cabo-verdianas, especialmente as da Boa Vista, ainda não reúnem as condições necessárias para fomentar e dinamizar o empreendedorismo social no setor turístico.
Description: Dissertação de mestrado em Intervenção Social e Empreendedorismo, apresentada à Faculdade de Economia e à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, sob a orientação Claudino Cristóvão Ferreira.
URI: http://hdl.handle.net/10316/30718
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Turismo e empreendedorismo social em Cabo Verde.pdf2.14 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

750
checked on May 27, 2020

Download(s) 5

3,156
checked on May 27, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.