Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30375
Title: Caraterização da atividade física e qualidade de vida em crianças e jovens com deficiência visual
Authors: Gomes, Tiago da Silva 
Orientador: Martins, Raul Agostinho Simões
Keywords: Cegueira; Atividade física; Crianças; Jovens
Issue Date: 2015
Citation: Gomes, T. S. (2015). Caraterização da Atividade Física e Qualidade de Vida em Crianças e Jovens com Deficiência Visual. Dissertação de Mestrado, Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal.
Abstract: Crianças e adolescentes com diferentes défices visuais, isto é, cegas e com baixa visão têm condicionalismos nas oportunidades na prática de atividade física, o que poderá ter implicações na qualidade de vida. O reduzido número de estudos relacionados com a atividade física e qualidade de vida enfatizam a necessidade de mais investigação nesta área de conhecimento, de modo a melhor compreender este fenómeno. A pesquisa bibliográfica realizada teve como finalidade fundamentar todas as dimensões do trabalho, contextualizando tanto quanto possível as variáveis em apreço e explorando as potenciais relações entre elas. Assim, o presente estudo tem como objetivo a determinação dos níveis de adesão à atividade física e a determinação da qualidade de vida em crianças e jovens cegos e de baixa visão. A recolha dos dados foi realizada através de uma entrevista a 35 crianças e jovens que sofriam de cegueira ou baixa visão. Neste estudo foram utilizados os procedimentos antropométricos conforme descritos no manual do American College of Sports Medicine (ACSM, 2006), para determinar o índice de massa corporal, a estatura, a circunferência da anca, a circunferência da cintura e a circunfência abdominal. Os questionários utilizados foram o International Physical Activity Questionnary, que permitiu caraterizar a atividade física, o World Health Organization Quality of Life – Bref, versão portuguesa, que permitiu caraterizar a qualidade de vida, e a Classificação Internacional proposta por Graffar, para determinar as classes sociais. Como principais conclusões podemos afirmar que o género masculino quando comparado com o género feminino obtém melhores resultados em relação ao nível de atividade física e qualidade de vida. Quando feita a comparação dos níveis de atividade física entre géneros verificamos que o género masculino apresenta um nível moderado de atividade física. Já em relação à qualidade de vida, observamos que em todos os domínios e perceções estudados o género masculino apresenta valores mais elevados do que o género feminino. v Palavras-chave: Atividade Física, Qualidade de Vida, Cegueira, Baixa Visão vi ABSTRACT Children and adolescents with different visual deficits, blind and low vision have constraints on the opportunities in physical activity, which could have implications for quality of life. The small number of studies related to physical activity and quality of life emphasize the need for more research in this area of knowledge in order to better understand this phenomenon. The literature survey aimed to support all aspects of the work, contextualizing much as possible the variables under consideration and exploring potential relationships between them. Thus, this study aims to determine the levels of adherence to physical activity and determining the quality of life of children and young blind and low vision. The data collection was done by interviewing 35 children and young people suffering from blindness or low vision. In this study we used the anthropometric procedures as described in the manual American College of Sports Medicine (ACSM, 2006), to determine the body mass index, height, hip circumference, waist circumference and abdominal circumference. The questionnaires used were the International Physical Activity Questionnary, which allowed characterizing the physical activity, the World Health Organization Quality of Life - Bref, Portuguese version, which allowed characterizing the quality of life, and the International Classification proposed by Graffar to determine class’s social. As main conclusions we can say that the males compared to females get better results from the level of physical activity and quality of life. When done the comparison of physical activity levels between genders found that the males showed a moderate level of physical activity. In relation to quality of life, we vii observe that in all areas and perceptions male gender has higher values than females.
Description: Dissertação de mestrado em Atividade Física em Contexto Escolar, apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/30375
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
2015_09_18_dissertação_Tiago Gomes .pdf788.76 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

374
checked on Oct 18, 2021

Download(s) 50

461
checked on Oct 18, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.