Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30291
Title: Avaliação dos efeitos de uma fração polifenólica de OXALIS PES CAPRAE L. sobre os recetores adrenérgicos em artéria mamária interna humana
Authors: Ferreira, Mónica Teixeira 
Orientador: Cotrim, Maria Dulce
Campos, Maria Graça Ribeiro
Keywords: Química Medicinal; Medicina; Química; Flavonóides
Issue Date: Sep-2015
Citation: Ferreira, Mónica Teixeira /Avaliação dos efeitos de uma fração polifenólica de OXALIS PES CAPRAE L. sobre os recetores adrenérgicos em artéria mamária interna humana
Abstract: A Oxalis pes-caprae L. é uma planta da família Oxalidaceae oriunda da África do Sul e subespontânea na região mediterrânica e Europa Ocidental. De entre os compostos presentes nas folhas desta planta destacam-se os flavonóides, nomeadamente os derivados da luteolina e apigenina. Os flavonóides são um grande grupo de metabolitos secundários das plantas e têm numerosas propriedades farmacológicas e biológicas. No sistema cardiovascular, mostraram vários efeitos benéficos, incluindo propriedades vasodilatadoras. Mais especificamente, mostraram efeitos inibitórios em resposta às contrações induzidas pela noradrenalina. Desta forma, os recetores adrenérgicos responsáveis pelo efeito vasoconstritor induzido pela noradrenalina podem ter, também, um papel importante no efeito vasodilatador dos flavonóides presentes no extrato de folhas da Oxalis pes-caprae L. No entanto, não existem estudos a nível vascular, que relacionem o vaso-relaxamento mediado pelos flavonóides presentes no extrato de folhas da Oxalis pes-caprae L. com os recetores adrenérgicos. Neste trabalho pretende-se dar uma contribuição nesse sentido, utilizando artérias mamárias internas humanas provenientes de doentes sujeitos a cirurgias de revascularização coronária. Os resultados confirmam que os flavonóides presentes no extrato de folhas da Oxalis pescaprae L. têm um efeito inibitório às contrações induzidas pela noradrenalina. A fração polifenólica não induziu um efeito contráctil na artéria mamária interna humana mas provocou um desvio da curva concentração-resposta da NA para a direita, com diminuição significativa do seu efeito contráctil máximo, o que pode indicar um antagonismo do tipo não-competitivo. Os resultados com os antagonistas dos recetores adrenérgicos α mostram que a fração polifenólica presente no extrato de folhas da Oxalis pes-caprae L. utilizada neste estudo, não tem afinidade para os recetores α presentes na artéria mamária interna humana. Palavras-chave Fração polifenólica; flavonóides; Oxalis pes-caprae L.; noradrenalina; recetores adrenérgicos; artéria mamária interna humana
URI: http://hdl.handle.net/10316/30291
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Química - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
tese completa_MF.pdf23.02 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

387
checked on Dec 22, 2021

Download(s) 50

504
checked on Dec 22, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.