Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/27201
Title: Ajustamento diádico e individual em casais num contexto de perturbação psiquiátrica masculina: o papel da resiliência como recurso à adversidade
Authors: Rodrigues, Sara Carina Antunes da Cruz Gusmão 
Orientador: Canavarro, Maria Cristina
Pereira, Marco Daniel de Almeida
Keywords: Resiliência psicológica, cônjuges; Sintomatologia psicopatológica; Saúde mental; Qualidade de vida
Issue Date: 22-Jul-2014
Serial title, monograph or event: Ajustamento diádico e individual em casais num contexto de perturbação psiquiátrica masculina: o papel da resiliência como recurso à adversidade
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: No âmbito das relações conjugais, a presença de perturbação psiquiátrica num dos elementos do casal tem vindo a ser associada a uma diminuição do ajustamento diádico, saúde mental e qualidade de vida (QdV) quer do doente quer do parceiro saudável. Deste modo, torna-se pertinente e relevante a identificação dos mecanismos envolvidos numa melhor adaptação conjugal e individual em casais com esta condição, de forma a possibilitar o desenvolvimento de programas de prevenção e/ou intervenção para casais que, perante a psicopatologia de um dos elementos, manifestem dificuldades de ajustamento. No presente estudo pretendeu-se avaliar o papel da resiliência enquanto recurso no ajustamento diádico e adaptação individual (avaliada através de sintomatologia depressiva e ansiosa e perceção de QdV) em casais em que o homem apresenta um quadro psiquiátrico. A amostra do presente estudo foi composta por um grupo clínico e um grupo de controlo constituído por casais da população geral. O grupo clínico foi formado por 35 casais em que o homem possui um diagnóstico perturbação psiquiátrica e 45 casais da população geral. Os resultados obtidos mostram que os casais do grupo clínico apresentaram valores mais elevados de sintomatologia depressiva e ansiosa e mais baixos de perceção de QdV e ajustamento diádico que os casais da população geral. Em relação às características de resiliência, verificou-se que o grupo clínico apresentou valores mais baixos que o grupo da população geral em todas as dimensões. Verificou-se também, relativamente ao grupo clínico, que níveis mais elevados de resiliência nos dois elementos do casal se associavam a melhor ajustamento diádico, bem como a menor sintomatologia depressiva e ansiosa e melhor perceção de QdV de ambos. Foi ainda encontrado um efeito mediador de algumas dimensões de resiliência na associação entre o ajustamento diádico e a adaptação individual (sintomatologia depressiva e ansiosa e perceção de QdV), sendo que este efeito mediador da resiliência difere no doente e no parceiro saudável. Neste âmbito, destaca-se o efeito mediador da dimensão Competências Pessoais do doente na associação entre ajustamento diádico e todos os indicadores de adaptação individual em estudo. Os resultados sugerem que a resiliência pode ser vista como um potencial recurso no processo de adaptação diádica e individual em casais em que o elemento masculino apresenta um quadro psiquiátrico, sendo que as características de resiliência de cada elemento do casal exercem uma forte influência nos padrões de adaptação do próprio doente, bem como do parceiro saudável. Estes resultados remetem para algumas importantes reflexões do ponto de vista clínico, sendo estas consideradas no presente estudo.
In the context of marital relationships, the presence of a psychiatric disorder in one of the members of the couple has been associated with a decreased dyadic adjustment, mental health and quality of life (QoL) of both the patient and the healthy partner. Thus, it is pertinent and relevant to identify the mechanisms involved in an improved individual and marital adjustment in couples with this condition, in order to enable the development of prevention and/or intervention programs for couples that in face on the psychopathology of one of elements manifest adjustment difficulties. The present study aimed to evaluate the role of resilience as a resource in dyadic adjustment and individual adaptation (assessed by depressive and anxious symptoms and perceived QoL) in couples where the man has a psychiatric condition. The sample of the current study consisted of a clinical group and a control group consisting of couples from the general population was collected. The clinical group consisted of 35 couples where the man had a diagnosed psychiatric disorder and 45 couples of the general population. The results showed that couples of the clinical group reported higher levels of depressive and anxiety symptoms and lower perception of QoL and dyadic adjustment, compared to couples of the general population. Regarding the characteristics of resilience, the couples in clinical group showed lower scores in all dimensions than couples of the general population. It was also found, in the clinical group, that higher levels of resilience in both members of the dyad were associated with better dyadic adjustment, lower depressive and anxiety symptoms and better perception of QoL of both members. It was found a mediating effect of some resilience dimensions on the association between dyadic and individual adjustment (depressive and anxiety symptoms and perceived QoL), and this mediating effect was different for the patient and the healthy partner. In this context, we highlight the mediating effect of the dimension Personal Competence of the patient in the association between dyadic adjustment and all indicators of individual adaptation. Our findings suggest that resilience can be viewed as a potential resource in the dyadic and individual adaptation process among couples in which the male has a psychiatric disorder, and that resilience characteristics of each member of the couple have a strong influence on both patient and healthy partner’s adaptation patterns. These results point to some important clinical considerations, which are considered in this study.
Description: Dissertação de mestrado integrado em Psicologia Clínica e da Saúde (Intervenções Cognitivo-Comportamentais nas Perturbações Psicológicas da Saúde), apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/27201
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE - Sara Rodrigues.pdf861.8 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

373
checked on Dec 3, 2019

Download(s) 50

317
checked on Dec 3, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.