Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/27135
Title: Perspetiva Temporal de Futuro e Elaboração de Projetos Pessoais: Compreensão da Dinâmica dos Objetivos na Iniciação e Manutenção dos Comportamentos Aditivos
Authors: Paiva, Cristina Maria Esteves Ferrão Batista 
Orientador: Paixão, Maria Paula
Keywords: Perspetiva temporal; Time perspective; Perspetiva temporal de futuro; Elaboração de projetos pessoais; Comportamentos aditivos; Future time perspective; Personal projects; Addictive behaviors
Issue Date: 28-Apr-2016
Citation: PAIVA, Cristina Maria Esteves Ferrão Batista - Perspetiva temporal de futuro e elaboração de projetos pessoais : compreensão da dinâmica dos objetivos na iniciação e manutenção dos comportamentos aditivos. Coimbra : [s.n.], 2016. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/27135
Abstract: A capacidade de prever e antecipar, de estabelecer objetivos e elaborar planos e de organizar a vivência do futuro de acordo com os projetos pessoais idealizados constitui uma das mais excecionais facetas humanas. O modo como cada indivíduo elabora o seu projeto pessoal depende em grande parte de dimensões temporais e motivacionais. Damásio (2004) utiliza a expressão “miopia do futuro” para designar a distorção da noção temporal que ocorre em toxicodependentes e alcoólicos crónicos, nomeadamente através da deterioração dos processos de raciocínio que permitem a planificação e a tomada de decisão, fazendo assim diminuir progressivamente o número de decisões vantajosas para o próprio, comprometendo a capacidade de antecipar e projectar o futuro. Por outro lado, também se verifica que os fatores situacionais ou contextuais relacionados com as experiências pessoais desempenham um importante papel, influenciando as variáveis temporais e motivacionais, como a perspectiva temporal de futuro, conforme se constata a partir dos estudos com reclusos realizados por Goethals (1967) e Lefebre (1969). A presente investigação, organizada em três estudos distintos, e baseada essencialmente nos trabalhos realizados por Nuttin & Lens (1985) e por Cox & Klinger (2004, 2011) pretende aprofundar a compreensão do papel desempenhado pelo processo de elaboração de projetos pessoais, nomeadamente das dimensões envolvidas no espetro futuro subjetivo e nos comportamentos aditivos. Deste modo, no Estudo 1 pretendemos comparar a elaboração de projetos pessoais de jovens em diferentes contextos (em cumprimento de medida tutelar de internamento, em Centro Educativo da DGRSP vs em frequência de CEF, em contexto escolar) e condições face aos consumos (contacto precoce com drogas vs fatores de risco para o consumo) quanto às dimensões temporais e motivacionais do seu projeto pessoal, concluindo-se que os resultados da comparação entre os dois grupos não confirmam a maioria das hipóteses estabelecidas. No Estudo 2 o objetivo é comparar sujeitos com problemática aditiva em reclusão, sem problemática aditiva em reclusão, com problemática aditiva e em cumprimento de medidas penais na comunidade e um grupo de controlo, quanto às dimensões temporais e motivacionais do projeto pessoal de futuro, tendo sido confirmadas na generalidade as hipóteses formuladas. O Estudo 3 procura verificar a existência de associação entre as dimensões temporais e motivacionais dos projetos pessoais e, ainda, entre o perfil motivacional de sujeitos em reclusão, com problemática aditiva e integrados em programa de tratamento da toxicodependência no estabelecimento prisional, e as variáveis relacionadas com o sucesso terapêutico alcançado, concluindo-se não ser possível confirmar a maioria das hipóteses formuladas. Contudo, as conclusões gerais da presente investigação, quanto aos três estudos, sugerem que estes devem ter continuidade, preferencialmente em amostras mais amplas e contemplando outras variáveis, subamostras e instrumentos, a fim de colmatar algumas das limitações encontradas.
The ability to predict and anticipate, to set goals and develop plans and organize the experience of the future according to the idealized personal projects is one of the most exceptional human facets. How each individual develops his personal project largely depends on the temporal and motivational dimensions. Damásio (2004) uses the term "myopia for the future" to title the notion of temporal distortion that occurs in chronic alcoholics and drug addicts, particularly through the deterioration of the reasoning processes that allow planning and decision making, thereby progressively reducing the number of favorable decisions for itself, compromising the ability to anticipate and plan the future. On the other hand, it also appears that the situational or contextual factors related to the personal experiences play an important role in influencing the temporal and motivational variables, such as future time perspective, as noted from the studies with prisoners held by Goethals (1967) and Lefebre (1969). This research, organized in three separate studies, and based primarily upon the work performed by Nuttin & Lens (1985) and Cox & Klinger (2004, 2011) aims to deepen understanding of the role played by the development of personal projects process, particularly the dimensions involved in the subjective future spectrum and addictive behaviors. Thus, in Study 1 we compared the development of personal projects of young people in different contexts (young offenders in youth detention centers vs in school) and consumption conditions (early contact drug vs risk factors for consumption) and the temporal and motivational dimensions of his personal project, concluding that the results of the comparison between the two groups did not confirm most of the hypotheses that were initially set. In Study 2 we compared samples of adults with addictive behaviors in prison, without addictive behaviors in prison, with addictive behaviors in probation and a group of control, with regard to the temporal and motivational dimensions of personal project for the future, concluding that the hypotheses were generally confirmed. Study 3 analysed the type of associations existing between the temporal and motivational dimensions of personal projects and the motivational profile of adult offenders with addictive behaviors in prison, included in a successful treatment program. The conclusions did not confirm the majority of the hypotheses that were initially formulated. However, as the three studies suggest, this research study should be extended, preferably using larger samples and considering other variables, subsamples and temporal and motivational measurement procedures, in order to overcome some of the limitations of this group of studies.
Description: Tese de doutoramento em Psicologia, na especialidade de Motivação e Personalidade, apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/27135
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Perspetiva Temporal de Futuro e Elaboração de Projetos Pessoais.pdf4.08 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

536
checked on May 27, 2020

Download(s) 50

605
checked on May 27, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.