Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/26461
Title: Modelação da geometria de rochas granitóides recorrendo a métodos geofísicos gravimétricos e magnéticos: uma contribuição para a avaliação do potencial geotérmico na região centro de portugal
Authors: Machadinho, Ana Teresa Gonçalves 
Orientador: Figueiredo, Fernando
Pereira, Alcides
Keywords: plutão granítico; Geophysical prospecting; potencial geotérmico; Prospecção geofísica; anomalia de Bouguer; anomalia magnética; modelação de campos potenciais; geothermal potential; potential fields modeling; granitic pluton; magnetic anomaly
Issue Date: 10-Apr-2015
Citation: MACHADINHO, Ana Teresa Gonçalves - Modelação da geometria de rochas granitóides recorrendo a métodos geofísicos gravimétricos e magnéticos : uma contribuição para a avaliação do potencial geotérmico na região centro de portugal. Coimbra : [s.n.], 2015. Tese de doutoramento. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/26461
Abstract: A área em estudo enquadra-se no sector Santa Comba Dão-Oliveira do Hospital-Seia, na região Centro de Portugal, onde afloram rochas granitóides pertencentes ao batólito granítico das Beiras, que intruiram as sequências metassedimentares do Complexo xisto-grauváquico (CXG). O principal objectivo deste trabalho é conhecer em profundidade a geometria dos corpos graníticos aflorantes neste sector, e deste modo contribuir com dados relevantes para a avaliação do potencial geotérmico na região. Para tal realizaram-se campanhas de prospecção geofísica, por métodos gravimétricos e magnéticos, que permitem obter as cartas da anomalia de Bouguer e da anomalia magnética. Com recurso a programas informáticos de modelação de campos potenciais, considerando toda a informação geológica regional e as propriedades físicas das rochas (densidade e susceptibilidade magnética), as anomalias são modeladas em conjunto. Desta forma consegue-se caracterizar as estruturas geológicas em profundidade e nomeadamente definir uma geometria para os principais corpos graníticos aflorantes na região (plutão Tábua-Santa Comba Dão (TSCD), plutão da serra da Estrela (SE) e o plutonito de Avó (AV)). A modelação demonstra que a fracturação regional condiciona a geometria dos blocos graníticos e de toda a bacia do CXG, sendo observada a influência das principais direcções dos alinhamentos estruturais. De acordo com o modelo proposto a estimativa da profundidade média dos corpos graníticos é cerca de 5-6 km e a profundidade máxima é de 11.6 km. O corpo de TSCD não apresenta enraizamento bem definido e ocorre sobrejacente à unidade do CXG, localizando-se a Oeste da falha da Lousã (FLS). Os corpos graníticos de TSCD e da SE afloram em continuidade, sendo atribuída uma idade similar. Desta forma poderá inferir-se a presença de uma zona de alimentação comum aos plutões, localizada a Este da estrutura da FLS, onde o granito contacta directamente com a crosta média. O plutão TSCD estabelece um contacto brusco e verticalizado, possivelmente por falha com o plutonito de Avô.
The study area is located in the Santa Comba Dão-Oliveira do Hospital-Seia sector of the Central Portugal region. In this region, granitic rocks of the Beiras batholith are present, intruding the metasedimentary sequences of the Complexo xisto-grauváquico (CXG). A better understanding of the subsurface geometry of the granitic bodies in the region is the main goal of this work. This effort is also relevant for the assessment of the geothermal potential of the region. To achieve this, magnetic and gravimetric surveys where performed in order to obtain the Bouguer and magnetic anomalies. Considering and integrating all the available geological data and physical proprieties (density and magnetic susceptibility) the mentioned potential fields were simultaneously modeled. In this way it was possible to characterize the subsurface geometry of the granitic bodies in the region (Tábua-Santa Comba Dão (TSCD), Serra da Estrela (SE) and Avó (AV) plutons). The modeling results show that the regional tectonic setting controls the geometry of the granitic bodies as well as the structure of the CXG basin. The modeled average depth for the granitic bodies is 5-6 km, with a maximum depth of 11.6 km. The TSCD pluton is located west of the Lousã fault (FLS) and overlies the CXG unit. The model suggests that this pluton does not have a well defined root zone. Since the TSCD and SE plutons outcrop in continuity and they have similar ages, a common feeding zone located eastward of the FLS structure is the most likely scenario. In this area the granite is in direct contact with the middle crust. The limit between the TSCD and AV plutons is more abrupt and vertical, suggesting the presence of a fault contact.
Description: Tese de doutoramento em Engenharia Geológica, no ramo de Geofísica Aplicada, apresentada ao Departamento de Ciências da Terra da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/26461
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Terra - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Modelação da geometria de rochas granitóides.pdf59.52 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy
Show full item record

Page view(s) 20

539
checked on May 15, 2019

Download(s) 50

447
checked on May 15, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.