Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/26142
Title: A relação entre género e liderança: a perspectiva de alguns directores-as de Agrupamentos de Escolas
Authors: Pires, Libânia Ribeiro 
Orientador: Matos, Armanda Pinto da Mota
Vieira, Cristina Maria Coimbra
Keywords: Liderança, conceito; Género; Liderança educacional
Issue Date: 2012
Serial title, monograph or event: A relação entre género e liderança: a perspectiva de alguns directores-as de Agrupamentos de Escolas
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O presente estudo foi desenvolvido no âmbito do Mestrado em Gestão da Formação e Administração Educacional, da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, e pretende compreender a possível relação entre liderança e género, segundo a perspetiva de seis diretores/as de Agrupamentos de Escola, que foram ouvidos em discurso direto, com recurso a uma entrevista semiestruturada, que os/as levou a falar das suas funções na escola e da sua visão sobre o que é liderar, sendo homens ou mulheres. A relação entre estas duas variáveis tem ganho interesse na literatura científica nos últimos anos, por uma variedade de razões. Por um lado, reconhece-se cada vez maior relevância à liderança como um fator chave para a qualidade e eficácia das organizações escolares, e a prová-lo estão as alterações normativas, respeitantes à administração e gestão dos estabelecimentos públicos de educação, implementadas em Portugal nos últimos anos, que têm vindo a dar uma ênfase acrescida à liderança, no âmbito de um processo de reforço da autonomia das escolas. Por outro lado, a introdução das questões de género nas ciências sociais, já desde os anos 60 do séc. XX, com o intuito de desconstruir a ideia de que as características individuais têm uma relação direta com a pertença de cada pessoa a uma dada categoria sexual, estimulou a produção científica desde então e fez das ‘lentes de género’ um modo de análise da realidade. Neste encadeamento, uma das áreas de interesse passou a ser o modo como homens e mulheres exercem a liderança, sabendo-se que o seu exercício, sobretudo no domínio público, tendia a ser visto como algo predominantemente masculino e que os conhecidos estereótipos de género poderiam afastar as mulheres do desempenho de tais funções e da escolha de profissões a elas associadas. A revisão teórica por nós apresentada, na primeira parte desta tese, está dividida em dois capítulos. No primeiro apresentamos uma reflexão sobre o conceito de liderança, sendo descritas diferentes teorias sobre a liderança e os estilos de liderança. Efetuámos, ainda, numa perspetiva temporal, uma breve abordagem dos diplomas legais que têm vindo a definir os modelos de administração e gestão das organizações escolares em Portugal. No segundo capítulo é abordada a temática do género, mais concretamente a altura em que surgiu o conceito no domínio científico e a importância do mesmo para a compreensão da organização da vida social. Neste seguimento, abordámos também a questão dos papéis de género e a questão dos estereótipos, fazendo a distinção entre diferentes tipos de estereótipos. A realidade portuguesa atual, no que concerne às medidas políticas de promoção da igualdade de género e ao combate às estereotipias que penalizam homens e mulheres, não foi esquecida e, por isso, fizemos referência a entidades do poder central, como a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG) e a Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE), que têm desenvolvido um importante papel a esse nível no nosso país. A segunda parte da tese diz respeito ao estudo empírico desenvolvido, que assentou numa metodologia de cariz qualitativo, podendo ser caracterizado como um estudo de casos múltiplos. Para a recolha de dados baseámo-nos no testemunho de seis diretores/as de agrupamentos de escolas, três homens e três mulheres, os quais foram por nós entrevistados acerca das suas perceções em torno de algumas questões de género, da sua visão sobre o que significa liderar e da possível relação entre género e liderança. Após a análise de conteúdo da informação recolhida, os resultados sugerem que, na perceção das pessoas entrevistadas, não existe qualquer relação entre género e liderança, sendo que, em seu entender, a categoria sexual de pertença dos indivíduos não parece influenciar o tipo de liderança exercida, nem a relação de quem exerce tais funções com os diversos stakeholders da escola. Encontrámos diversas ideias préconcebidas, em algumas das pessoas entrevistadas, de que talvez haja características psicológicas nas mulheres e nos homens que potenciem a diferenciação dos respetivos estilos de liderança, mas de acordo com as entrevistas realizadas, tal convicção não reúne suporte empírico. De acordo com este trabalho, parece, pois, que as características psicológicas de quem é líder é que são importantes na determinação dos respetivos estilos de liderança, não tendo o desempenho destas funções a ver com a categoria sexual de pertença das pessoas. O caráter restrito deste trabalho não nos permite generalizar as conclusões do mesmo, mas algumas das informações obtidas poderão revestir-se de grande utilidade para o combate às estereotipias de género e para a promoção de estilos de liderança eficazes em pessoas de ambos os sexos.
The present study was developed in the context of the Master’s Degree in Training Management and Educational Administration, of the Faculty of Psychology and Educational Sciences from Coimbra University, and intends to understand the possible relation between leadership and gender, according to the perspective of six principals of groups of schools, who have been listened live, resorting to a semistructured interview, that led them to speak about their roles at school and of their vision of what is to lead, being male or female. The relation between these two variables has been increasing in interest in the scientific literature the past few years, for various reasons. On one hand, there is a recognizable bigger role of leadership as a key factor for the quality and efficiency of school organizations, and proving it are the normative changes concerning to the administration and management of public education establishments, implemented in Portugal over the past few years, that have been emphasizing leadership, under a reinforcement process of schools’ autonomy. On the other hand, the introduction of gender issues in social sciences, since the 60s of the XXth century, with the purpose of demystifying the idea that personal characteristics have a straight relationship with each person’s belonging to a determined sexual category, stimulated the scientific production ever since and made the “gender lenses” a way of analyzing the reality. On the pursue of this idea, one of the interest areas started to be the way man and women perform leadership, knowing that it’s performance, especially in the public domain, tended to be seen as predominantly male and the known gender stereotypes could keep women away from performing such functions and also from choosing jobs associated to them. The theoretical revision presented by us, on the first part of this study, is divided in two chapters. On the first one, we present a reflection about the concept of leadership, describing different theories about it and the styles of leadership. We also carried out, in a temporal perspective, a short approach to the legal diplomas that have been defining the models of administration and management of school organizations in Portugal. On the second chapter, the gender subject is approached, more specifically the time the concept came to the scientific domain and its importance to understanding the social life’s organization. Pursuing this idea, we also approached the issue of gender roles and the stereotypes question, distinguishing different types of stereotypes. The Portuguese current reality, in what concerns to the political measures to promote equality of gender and to fight stereotypes that penalize man and women, has not been forgotten, therefore, we made a reference to central power entities, such as the Committee for Citizenship and Gender Equality (CIG) and the Committee for Equality in Work and Employment (CITE), that have been developing an important role at this level in our country. The second part of this study concerns to the empirical study developed, based on a qualitative type of methodology, which can be characterized as a multiple case study. To collect dada we based on the testimony of six principals of groups of schools, tree man and tree women, who have been interviewed by us on their perceptions around some gender issues, their vision about what is to lead and the eventual relationship between gender and leadership. After analyzing the content of the collected information, the results suggest that, according to the perspective of the interviewed, there is no relationship between gender and leadership, taking in consideration that, in their perspective, the sexual category of an individual doesn’t seem to influence the type of leadership practiced, nor the relationship between who practices such functions and the school stakeholders. We found several pre-conceived thoughts on some of the interviewed, that there might be psychological characteristics in man and women that can empower the discern of the respective styles of leadership, but, according to the interviews made, such convictions do not meet an empirical support. Considering this study, it seems that psychological characteristics of the leader are what’s important on determining the personal styles of leadership, and the performance of those tasks has nothing to do with a person’s sexual category. The restrictive type of this study does not allow us to generalize its conclusions, although some information gathered might reveal useful to fight gender stereotypes and to promote successful styles of leadership on people of both sexes.
Description: Dissertação de mestrado em Gestão da Formação e Administração Educacional, apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/26142
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Libânia Pires.pdf763.12 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

1,500
checked on Oct 19, 2021

Download(s)

124
checked on Oct 19, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.