Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/21488
Title: Caracterização da consulta aguda dos agrupamentos dos centros de saúde do Baixo Vouga I, II e III
Authors: Pinto, Maria da Piedade Dias Fernandes 
Orientador: Ferreira, Pedro Lopes
Antunes, Patrícia
Keywords: Cuidados de saúde primários; Consulta aguda; Paragem cardiorrespiratória; Reanimação; Competências em suporte de vida
Issue Date: 13-Dec-2012
Publisher: FEUC
Citation: Pinto, Maria da Piedade Dias Fernandes - Caracterização da consulta aguda dos agrupamentos dos centros de saúde do Baixo Vouga I, II e III. Coimbra, 2012.
Abstract: Os cuidados de saúde primários são considerados o primeiro nível de acesso dos cidadãos aos cuidados de saúde. Estes serviços, além de atenderem os doentes em consultas programadas, também têm como missão o atendimento das situações agudas, não urgentes. Para responder a estes episódios agudos, foram criadas nos cuidados de saúde de saúde primários consultas específicas. O objetivo desta investigação foi caracterizar os locais de consulta dos cuidados de saúde primários na sua capacidade de resposta às situações de doença, bem como caracterizar os utilizadores dessa consulta. O suporte metodológico foi uma abordagem quantitativa, num estudo descritivo. Os 10 locais estudados pertencem aos Agrupamentos de Centros de Saúde do Baixo Vouga I, II e III. Foram analisados 70 488 episódios da consulta aguda, ocorridos em 2011 e aplicados dois questionários: um, a 150 médicos e enfermeiros que exercem funções nesses locais de consulta aguda, o outro, aos responsáveis dos ACES de cada consulta aguda. O resultado do teste de hipóteses comprovou existirem diferenças entre os três ACES. Os ACES BV I e BV III servem maior proporção de mulheres e populações tendencialmente mais velhas, os ACES BV I e BV II têm mais doentes que pertencem ao concelho. O ACES BV II foi frequentado em maior proporção por motivos de doença e o destino dos doentes em maior percentagem foi a alta. Comprovou-­‐se não existirem diferenças estatisticamente significativas nos profissionais, em termos de género, idade, tempos de exercício profissional, exercício na área dos cuidados de saúde primários, exercício em local de consulta aguda, e na formação em Suporte Básico, Suporte Imediato e Suporte Avançado de Vida, bem como no tempo de formação. Os locais de consulta aguda funcionam maioritariamente entre as 8h e 24h, as equipas são constituídas por 1 ou 2 médicos/enfermeiros. Todos os serviços possuem equipamento que lhes permite colocar em prática o suporte básico de vida, mas foram encontradas falhas ao nível do Suporte Avançado de Vida e do Suporte imediato de Vida , tanto ao nível do material como do equipamento. Para a melhoria dos cuidados prestados nos locais de consulta aguda, sugere-­‐se dotar estes serviços de melhores condições técnicas ao nível do material e equipamento e da formação dos profissionais em reanimação . Palavras chave: Cuidados de saúde
Description: Dissertação de mestrado em Gestão e Economia da Saúde, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, sob a orientação de Pedro Ferreira, Patrícia Antunes.
URI: http://hdl.handle.net/10316/21488
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
piedade_pinto_tese-dissertação_(MGES)-(2012).pdf1 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

460
checked on Oct 1, 2019

Download(s) 50

378
checked on Oct 1, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.