Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/20302
Title: Auditoria à qualidade do ar do DEM-FCTUC e proposta de correcção do sistema de climatização do anfiteatro I
Authors: Cartaxo, Natanael José Basilio 
Orientador: Gaspar, Adélio Manuel Rodrigues
Keywords: Qualidade do ar; climatização
Issue Date: Aug-2008
Citation: CARTAXO, Natanael José Basílio- Auditoria à qualidade do ar do DEM-FCTUC e proposta de correcção do sistema de climatização do anfiteatro I . Coimbra:[s.n.],2008. Dissertação de Mestrado
Serial title, monograph or event: Auditoria à qualidade do ar do DEM-FCTUC e proposta de correcção do sistema de climatização do anfiteatro I
Place of publication or event: Coimbra,2008
Abstract: Decorrente do elevado período de tempo que as populações das sociedades industrializadas passam em ambientes interiores actualmente, as questões relacionadas com a Qualidade do Ar Interior (QAI) têm vindo a conhecer um maior interesse pelo público nas últimas décadas. A exposição a elevadas concentrações de poluentes em ambientes interiores pode ter origem em ventilação deficiente, bem como nas pobres condições higiénicas dos equipamentos AVAC e na sua manutenção inadequada, podendo provocar impactes adversos na saúde dos ocupantes dos edifícios. O Decreto- Lei nº79/2006 de 4 de Abril surge na sequência desta crescente preocupação e aprova o novo Regulamento dos Sistemas Energéticos de Climatização em Edifícios (RSECE), que além de actuar sobre a vertente energética, define requisitos mínimos em relação à QAI, estando a sua aplicação a todos os edifícios prevista para 1 de Janeiro de 2009. É neste contexto que surge este estudo, que teve como objectivo a realização de uma auditoria geral à QAI ao Departamento de Engenharia Mecânica da Faculdade Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (DEM-FCTUC) e uma análise de correcção do sistema de climatização que serve o Anfiteatro I, que apresentava um funcionamento deficiente. Para a descrição do trabalho realizado e a apresentação das conclusões, esta dissertação divide-se em 6 partes. Um capítulo introdutório, onde se apresenta a pesquisa bibliográfica efectuada sobre estudos relativos à QAI e se descreve a legislação existente, nomeadamente o Decreto- Lei nº79/2006 de 4 de Abril. De modo a avaliar as condições de QAI no DEM-FCTUC, no capítulo 2 apresenta- se a inspecção visual realizada e as respostas dos alunos ao questionário elaborado. Da primeira destacam-se as pobres condições higiénicas observadas em alguns espaços (visíveis através da recolha de imagens), principalmente dos espaços destinados aos equipamentos AVAC. Conclui-se a que a manutenção destes também é praticamente inexistente. Do questionário denota-se a satisfação da maioria dos alunos em relação à QAI e conforto térmico. No terceiro capítulo apresentam-se os resultados obtidos na monitorização dos parâmetros físicos e químicos, concluindo-se que a concentração de CO2 em salas de aula facilmente excede o limite legal, contrastando com a de partículas suspensas no ar (PM), onde tal não se verificou. Em termos de humidade relativa e temperatura, verificou-se que os valores se situaram quase na sua totalidade dentro dos intervalos de conforto. O capítulo 4 compreende uma análise ao sistema de climatização do Anfiteatro I, com vista a reduzir o nível de ruído, ao mesmo tempo que se estudam as diferentes condições de insuflação de ar novo. Como conclusão, retira-se que, para as frequências de funcionamento do sistema de 35Hz e 30Hz, e com a admissão de retorno da UTA ¼ aberta, os requisitos de caudal de ar novo são cumpridos (93% e 84% de ocupação do anfiteatro respectivamente) e o nível de ruído é sensivelmente diminuído. Contudo, níveis de ruído ideais só poderão ser conseguidos com a instalação de um atenuador acústico. Valores de relação de transmissão entre o ventilador e o motor da UTA de cerca de 2 e 2,4 permitem a obtenção dos resultados descritos. Tendo esta análise ocupado uma parte considerável deste estudo, justificou-se a atribuição do subtítulo apresentado. Um esboço de um Plano de Manutenção Preventiva (PMP) é apresentado no quinto capítulo, onde se descrevem as tarefas de manutenção a realizar, assim como a sua periodicidade. A realização deste esboço provém da obrigatoriedade da existência de Plano de Manutenção Preventiva, prevista no artigo 19º do Decreto-Lei nº 79/2006, para todas as instalações e equipamentos abrangidos pelo RSECE. No último capítulo expõem-se as principais conclusões retiradas da dissertação apresentada. Da comparação dos resultados apresentados com os objectivos enunciados na secção 1.2 do capítulo 1 pensa-se que o trabalho realizado e descrito neste documento foi de encontro ao previamente definido.
Description: Dissertação de mestrado em Tecnologia e Gestão do Ambiente apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/20302
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Eng.Mecânica - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Natanael_Cartaxo_2003128384_2008_rf.pdf5.99 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

299
checked on Jul 9, 2020

Download(s)

150
checked on Jul 9, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.