Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/18140
Title: Espaços abertos : definição de conceitos e mapeamento : uma proposta metodológica para a classificação em áreas urbanas
Authors: Dalbem, Rafaela Pacheco 
Orientador: Almeida, António Campar de
Keywords: Áreas urbanas -- classificação; Espaços abertos; Parques urbanos; Cidade -- Coimbra (Portugal); Cidade -- Curitiba (Brasil); Cidades
Issue Date: 2011
Citation: DALBEM, Rafaela Pacheco - Espaços abertos : definição de conceitos e mapeamento : uma proposta metodológica para a classificação em áreas urbanas. Coimbra : [s.n.], 2011
Abstract: Ao longo dos séculos tem-se observado o crítico aumento das concentrações urbanas. Somado ao desenvolvimento pautado em modelos económicos que priotizam o lucro contra o bem-estar dos habitantes, os resultados são grandes Aglomerações humanas nas cidades e a degradação do ambiente natural. Sendo a urbanização um processo irreversível, estudos na área de Ecologia Urbana e Planejamento da Paisagem vêm buscando medidas e índices afim de melhorar o meio ambiente urbano. Nesse sentido, o presente trabalho propõe um conceito para a classificação dos espaços de integração humana nas cidades (de forma ambiental, social e econômica) e, mais especificamente, uma maneira de classificar os parques urbanos. A identificação e localização desses espaços em mapas nos ajudam no reconhecimento das áreas dentro do tecido urbano que não contam com essas estruturas ambientais e/ou cívicas e a partir daí é possível propor medidas para que sejam implantadas estruturas para suprir as necessidades da população. O conceito de “espaço aberto” que tem sua ramificação em espaços cívicos e espaços verdes mostrou-se bastante didático e de fácil aplicação. O enfoque desse trabalho foi o de, através do conceito de greenspace, classificar alguns parques nas cidades de Coimbra e Curitiba e, nesse primeiro momento, verificar a aplicabilidade do conceito.
The urban areas are growing steadily over the centuries. As the cities development is grounded in economical models that claim for achieving profits over the welfare from its territories’ people, the degradation of the natural environment and human settlements can be easily observed. Presently, urbanization is an irreversible process and studies in Urban Ecology and Landscape Planning are searching for ways and indexes in order to establish parameters for an improvement in the cities environment. In this direction, this work is to present a proposal for a concept, for the classification of spaces of human integration in cities (in an environmental, social and economical sphere) and more specifically, a way to classify urban parks. The identification and location of those spaces on maps help us to recognize the areas in the urban space that do not have these environmental and/or civic structures and, from there, one can propose ways to implement structures to achieve the needs of the population. The concept of "open space" which has its branch in civic spaces and green spaces proved to be very didactic and of easy application. The focus of this study was to, through the concept of greenspace, classify some parks in the cities of Coimbra (Portugal) and Curitiba (Brazil), and at this first moment, to verify the applicability of the concept.
Description: Dissertação de mestrado em Geografia Física, Ambiente e Ordenamento do Território, apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/18140
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Geografia - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Rafaela Dalbem.pdf159.27 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

880
checked on Sep 18, 2019

Download(s) 50

421
checked on Sep 18, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.