Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/1573
Title: A população inexistente : estrutura demográfica e genética da populacão da Lombada, Bragança
Authors: Abade, Augusto Manuel Elias 
Keywords: Demografia -- Bragança; Genética humana; Populações humanas -- Bragança
Issue Date: 10-Jul-1992
Citation: Abade, Augusto - A população inexistente : estrutura demográfica e genética da populacão da Lombada, Bragança. Coimbra, 1992.
Abstract: Utilizando dados de natureza histórica (registos paroquiais de casamentos, baptizados e óbitos), pretendeu-se analisar algumas das variáveis que mais directamente contribuem para a estrutura genética da população estudada. Para o efeito, recorreu-se a diversos métodos de diferentes disciplinas - Demografia, Ecologia e Genética de Populações, de modo a conseguir uma abordagem tão ampla quanto possível e simultaneamente com um grau de pormenorização elevado abarcando assim não só a pluralidade de fenómenos envolvidos, como também registar os acontecimentos básicos em cada lugar que, no seu conjunto, determinam a estrutura genética global da Lombada. Uma das conclusões principais que se podem extrair, relaciona-se com a importância do factor geográfico como determinante do isolamento genético. Mesmo pequenas distâncias constituem uma barreira que força as populações a estabelecerem relações apenas com as que lhes ficam mais perto (contíguas), não constituindo, por outro lado, a fronteira política uma barreira especialmente importante.
Data from an historical population near the border with Spain are used to show the contribution of several demographic variables on the genetic structure of the population. The data come from parish registers and was analyzed using methods from different sciences such as Demography, Ecology and Population Genetics. The results obtained are in general consistent to those found for other historical european populations. The geographic distance is the most important factor for genetic isolation. Even small distances are geographic barriers, forcing the populations to a endogamic pattern of nupciality. On the other hand, the influence of the political border between Portugal and Spain, are not significant and so, don't constitute a barrier for gene flow.
Description: Tese de doutoramento em Antropologia, apresentada à Fac. de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/1573
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Vida - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 50

354
checked on Feb 19, 2020

Download(s)

32
checked on Feb 19, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.