Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/15394
Title: Cinética e termodinâmica da Interacção de anfifilas fluorescentes com bicamadas lipídicas na fase líquido-ordenado
Authors: Santos, Sofia Isabel Antunes Coelho 
Orientador: Moreno, Maria João
Issue Date: Sep-2010
Citation: Santos, Sofia Isabel Antunes Coelho - Cinética e termodinâmica da Interacção de anfifilas fluorescentes com bicamadas lipídicas na fase líquido-ordenado. Coimbra, 2010
Abstract: A barreira hematoencefálica é uma estrutura constituída por células endoteliais muito próximas, que previne a passagem de substâncias da corrente sanguínea para o cérebro, protegendo-o das mesmas. A monocamada exterior da membrana das células endoteliais tem uma fase líquido-ordenado constituída maioritariamente por esfingomielina, fosfolípidos de cadeia longa saturada e colesterol. Sendo a monocamada exterior a primeira barreira que um soluto tem que ultrapassar de modo a entrar dentro da célula, torna-se assim importante conhecer a cinética de inserção e desorção de anfifilas em/de membranas nesta fase de modo a obtermos dados que possam servir de base para um melhor entendimento do transporte passivo de substâncias através da barreira hematoencefálica. O presente estudo refere-se à interacção entre duas anfifilas lipídicas fluorescentes, formadas por uma sonda fluorescente, 7-nitrobenzo-2-oxa-1,3-diazol-4-il, ligada covalentemente a uma cadeia hidrocarbonada de 8 e 10 carbonos, e bicamadas lipídicas formadas por colesterol e esfingomielina, no estado líquido-ordenado. Neste estudo obtiveram-se as constantes de velocidade de inserção e de desorção, bem como a correspondente constante de equilíbrio. Verificou-se que a velocidade de inserção para ambas as anfifilas não é limitada por difusão, sendo cerca de duas ordens de grandeza inferior ao valor obtido para a inserção destas anfifilas em bicamadas formadas por POPC, na fase líquido-desordenado [34]. A constante de velocidade de desorção obtida para o NBD-C10 é menor que para o NBD-C8, reflectindo a interacção mais forte que se estabelece entre a anfifila com a cadeia alquilo mais longa e a bicamada lipídica. Ambas as velocidades de desorção são comparáveis às obtidas para as bicamadas na fase líquido-desordenado. A constante de equilíbrio obtida entre a fase aquosa e bicamadas lipídicas na fase líquido-ordenado é assim cerca de duas ordens de grandeza inferior que ao valor previamente obtido para o caso de membranas na fase líquido-desordenado. Todo o trabalho foi realizado a várias temperaturas de modo a permitir a obtenção dos diferentes parâmetros termodinâmicos envolvidos nos processos de inserção e desorção. A contribuição entálpica para a interacção das anfifilas com bicamadas na fase líquido ordenado foi inferior ao obtido para a interacção com bicamadas na fase líquido-desordenado.
URI: http://hdl.handle.net/10316/15394
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Química - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_SofiaSantos.pdf1.52 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

282
checked on Nov 24, 2021

Download(s) 50

457
checked on Nov 24, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.