Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/13380
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRio-Torto, Graça Maria-
dc.contributor.authorRenca, Nuno Miguel Lourenço Neves-
dc.date.accessioned2010-06-29T12:43:36Z-
dc.date.available2010-06-29T12:43:36Z-
dc.date.issued2005-
dc.identifier.citationRENCA, Nuno Miguel Lourenço Neves - Derivação nominal em-dor/a e em -deiro. Coimbra, 2005en_US
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/13380-
dc.descriptionDissertação de Mestrado em Linguística Portuguesa apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbraen_US
dc.description.abstractNo âmbito da formação de palavras, o estudo da formação de nomes deverbais que designam, primordialmente, profissões e/ou instrumentos apresenta-se como de grande importância, quer sob o ponto de vista teórico, quer sob o ponto de vista do conhecimento da língua, em virtude de nos dar a conhecer recursos lexicais diversos que viabilizam a construção de denominações de um tão nuclear sector do léxico. Uma vez que esse paradigma de construção lexical integra mais do que um sufixo, o estudo de cada um, das suas condições e restrições de uso, permite entrever as motivações sócio- -culturais que a selecção de uns e de outros representa. Neste trabalho, analisam-se as bases dos produtos em –dor/a (cap. II, § 3.1) e em –deiro/a (cap. III, § 3.1), nas suas dimensões morfológica, semântica, eventivo-aspectual e argumental, operando-se do mesmo modo em relação aos produtos derivados em –dor/a e em –deiro/a (cap. II e cap. III, §§ 3.2). Identificam-se ainda as propriedades semânticas, eventivas e argumentais que são ou não herdadas pelos produtos a partir da base e descrevem-se as modalidades de actualização dessa herança. Ao nível semântico (cap. II e cap. III, §§ 3.2.3), estes produtos definem-se profunda e sistemicamente pelas significações agentiva e instrumental, embora se constate que alguns deles, e de um modo particular os derivados em –deiro/a, são portadores de diversos traços de significação (agentividade/instrumentalidade/acção, processo ou resultado/locatividade/intensidade), co-presentes, não raras vezes, num mesmo item. Por fim, atendendo a que grande parte dos produtos em –deiro/a remete para todo um campo semântico-referencial relacionado com actividades de cariz tradicional, agrário, doméstico, constata-se que é um sufixo pouco produtivo na “norma culta” actual, o que faz ponderar as dimensões sociolinguísticas que a opção por cada um dos sufixos envolve (cap. IV).en_US
dc.description.abstractIn what concerns word formation, the formation study of the deverbal nouns, which define, mainly, jobs and/or instruments, is of great importance, both in the theoretical and in the language knowledge point of view, as it introduces to us various lexical resources that make it possible to create denominations for such a nuclear lexical section. Once that paradigm of lexical construction includes more than one suffix, the study of each one, of their conditions and their usage restrictions, allows us to foresee the socio-cultural motivations behind the selection of each of them. In this study, we intend to analyze the basis of the products in –dor/a (chapt. II, § 3.1) and in –deiro/a (chapt. III, § 3.1), in their morphological, semantic, eventive-aspectual and argumental dimensions, as in in relation to the products derived in –dor/a and in –deiro/a (chapt. II and chapt. III, §§ 3.2). The semantic, eventive-aspectual and argumental characteristics which can or not be inherited by the products from the basis are also identified and the updating modalities of that inheritance are described. On a semantic level (chapt. II and chapt. III, §§ 3.2.3), these products are systematically defined by their agent and instrumental meanings, however it is evident that some of them, and namely those derived in –deiro/a, are carriers of several different traces (agentivity/instrumentality/action/process or result/locativity/intensity), which are usually co-present in the same lexical item. Concluding, taking into consideration that most of the products in –deiro/a lead us to a semantic-referential field related to traditional, agrarian and domestic activities, one realizes that it is a low-productive suffix in the current “educated norm”, which leads us to ponder the sociolinguistic dimensions that each one of these suffixal choices involves (chapt. IV)en_US
dc.language.isoporen_US
dc.rightsopenAccessen_US
dc.subjectLinguística portuguesa-
dc.subjectFormação de palavras -- Dor/a -- português europeu-
dc.subjectFormação de palavras -- Deiro/a -- português europeu-
dc.titleDerivação nominal em-dor/a e em -deiroen_US
dc.typemasterThesisen_US
degois.publication.locationCoimbraen_US
degois.publication.titleDerivação nominal em-dor/a e em -deiroen_US
uc.controloAutoridadeSim-
item.fulltextCom Texto completo-
item.languageiso639-1pt-
item.grantfulltextopen-
crisitem.advisor.deptFaculdade de Letras, Universidade de Coimbra-
crisitem.advisor.researchunitCenter for General and Applied Linguistic Studies-
crisitem.advisor.orcid9085-5521-3442-7160-
Appears in Collections:FLUC Secção de Português - Teses de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
Derivação nominal em –dor-a e –deiro-a no português europeu contemporâneo.pdf26.84 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s) 50

530
checked on Aug 12, 2020

Download(s) 50

412
checked on Aug 12, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.